Publicidade

quarta-feira, 12 de março de 2014 Eleições | 10:00

Irmão de Geddel cobra definição sobre candidatura na Bahia: ‘a oposição não está aproveitando o tempo’

Compartilhe: Twitter

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) cobra uma definição a respeito da candidatura de oposição na Bahia.

O mediador desse processo, que envolve as demandas de Geddel Vieira Lima (PMDB), irmão de Lúcio, e Paulo Souto (DEM), é o prefeito de Salvador, ACM Neto.

“O tempo está findando. Não tem mais tempo, sob o risco das oposições enfraquecerem, de ficar aguardando”, cobrou Lima. “Não pode demorar ainda. Não pode passar de março”, acrescentou o deputado, que afirmou ainda que “a oposição não está aproveitando o tempo”.

O deputado reconheceu que arestas precisam ser aparadas, mas alertou que isso deve ser feito o mais depressa possível.

Lima criticou ainda o candidato do PT à sucessão de Jaques Wagner, ao dizer que Rui Costa foi “retirado do bolso do colete do governador” e que ele não tem nada a mostrar. “Ele não tem o que mostrar”.

Asssita:

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.