Publicidade

quarta-feira, 12 de março de 2014 Congresso | 07:00

Vicentinho reconhece que se crise com o PMDB continuar pode gerar desgaste eleitoral irreversível

Compartilhe: Twitter

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho (SP), reconhece que se a crise com o PMDB não terminar poderá gerar desgaste eleitoral para a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT). Perguntado, Vicentinho disse que o desgaste eleitoral “será irreversível se assim continuar”. “Mas acho que não vai continuar”, disse o líder petista.

Em mais uma frente de enfrentamento, o blocão de rebeldes da Câmara promete cobrar do presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) que o projeto que estabelece o piso nacional dos agentes comunitários de saúde seja pautado como primeiro item da pauta depois do destrancamento da pauta.

“É uma agonia a cada dia”, desconversou Vicentinho quando questionado sobre mais essa iniciativa dos rebeldes.

Sobre a crise entre o governo e o PMDB, Vicentinho disse não acreditar que o PMDB vá de fato romper com o governo. “Não acho que o PMDB vai abrir mão do Michel Temer na vice-presidência da República”.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,