Publicidade

sexta-feira, 14 de março de 2014 Eleições | 10:00

Tucanos temem que sangria demasiada de Dilma traga Lula para a disputa

Compartilhe: Twitter

Escaldados com o contexto da reeleição do ex-presidente Lula em 2006, o PSDB começa a ponderar cuidadosamente a atual situação da presidente Dilma Rousseff.

É que tem surgido entre deputados tucanos uma reflexão sobre o cada vez maior movimento de desgaste da presidente com sua base aliada sob o olhar de quem imagina ter perdido uma boa chance com o mensalão em 2005.

Os tucanos, que se engajaram no blocão de rebeldes que anda fustigando Dilma, veem um certo perigo em como um desgaste acelerado dela poderia impulsionar Lula a concorrer à presidência da República neste ano.

Em resumo, os tucanos querem que Dilma sangre na intensidade e principalmente na velocidade certa. Acreditam que se isso acontecer rápido demais e além da conta, Lula voltaria para a disputa, o que poderia significar derrota quase certa para Aécio Neves em outubro.

Autor: Tags: , , , , , ,