Publicidade

sexta-feira, 4 de abril de 2014 Eleições | 08:00

PT de Pernambuco aciona Eduardo Campos na Justiça por propaganda antecipada

Compartilhe: Twitter

O PT de Pernambuco entrou com um representação no  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o pré-candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, por propaganda antecipada. Campos deixou o governo do estado ontem.

Eduardo Campos (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

Eduardo Campos (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

Segundo o partido, o jornal “Folha de Pernambuco” publicou em março “diversas propaganda eleitorais subliminares ao representado [Eduardo Campos], exaltando sua imagem pessoal expressamente, enumerando suas realizações políticas de forma clara, pedindo implicitamente votos e referindo-se ao atual governador como exemplo de gestor, projetando-se a sua ascensão política em nível nacional com a pré-candidata Marina Silva”.

Leia também: Eduardo Campos vai percorrer interior para apresentar seu candidato no PE

A representação também cita outra reportagem que fala sobre o desempenho do então governador que teria “o acúmulo de bons resultados verificados ao longo dos quase oito anos do governo Eduardo Campos transformou o socialista em uma referência nacional para o enfrentamento de problemas que aparecem perpetuados no Brasil. Os altos índices de aprovação credenciaram o pernambucano a candidatar-se à Presidência da República”.

A multa pode variar de de R$ 5 mil a R$ 25 mil.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.