Publicidade

segunda-feira, 7 de abril de 2014 Política | 20:39

Rede cogita apoio a Vladimir Safatle para o governo de São Paulo

Compartilhe: Twitter

Uma reunião ocorrida no último sábado pode servir de ponto de partida para uma mudança no rumo da Rede, da ex-senadora Marina Silva, na eleição em São Paulo. Aliados de Marina no estado encontraram-se com o comando do PSOL paulista e com Vladimir Safatle. Na ocasião, discutiram a possibilidade de a Rede declarar apoio à candidatura do filósofo ao governo de São Paulo.

Leia também: Vladimir Safatle deve ser candidato ao governo de São Paulo pelo PSOL

O filósofo Vladimir Safatle

O filósofo Vladimir Safatle

No encontro, os aliados de Marina disseram ter muito mais afinidade com Safatle do que com as alternativas hoje colocadas pelo PSB. O partido de Eduardo Campos, que deu abrigo ao time de Marina após o fracasso na criação formal da Rede, desenha dois possíveis cenários: o apoio ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) ou uma candidatura do deputado Márcio França (PSB-SP).

As conversas ainda são iniciais, mas foram bem recebidas na ala do PSB alinhada a Alckmin. A avaliação é a de que, caso se concretize, o apoio da Rede a Safatle resolveria o imbróglio no estado. O comando da legenda no estado poderia voltar a discutir uma composição com O tucano, deixando a Rede livre para apoiar informalmente o candidato do PSOL. Marina vem reivindicando um palanque próprio para o PSB em São Paulo, mas custa a emplacar um nome de sua confiança junto aos socialistas.

Antecipada pelo Poder Online em outubro, a filiação de Safatle ao PSOL foi pensada desde o início como projeto de uma candidatura ao governo. Ainda assim, o partido reconhece que o filósofo ainda não bateu totalmente o martelo sobre sua entrada na disputa. A avaliação de dirigentes da legenda é que um endosso do time de Marina tornaria a candidatura irreversível.

 

Autor: Tags: