Publicidade

quarta-feira, 23 de abril de 2014 Partidos | 13:00

PT tenta responsabilizar Alckmin por crise da água

Compartilhe: Twitter

A bancada do PT da Assembleia Legislativa de São Paulo prepara uma representação contra o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e dirigentes da Sabesp por ilegalidade, inconstitucionalidade e improbidade na questão da crise da água no estado.

O partido alega que a Sabesp atua em Alagoas, Espírito Santo, Panamá e Honduras. No entanto, a legislação que regulamenta a companhia estabelece que a Sabesp poderá atuar fora do estado apenas se seus serviços estiverem adequados e suficientes. O que, segundo o PT, não é o caso.

A representação também cita uma reportagem da revista “Carta Capital” que afirma que ex-diretores da Sabesp são beneficiados em licitações. O PT também quer que o governador seja responsabilizado por omissão no caso, por falta de planejamento.

Leia também: Padilha pega carona na crise da água

Autor: Tags: , , , , ,