Publicidade

quarta-feira, 30 de abril de 2014 Militares | 08:00

‘Governo não descartou hipótese de queima de arquivo’, diz senadora, sobre coronel Malhães

Compartilhe: Twitter
Coronel Paulo Malhães. (Foto: Divulgação CNV)

Coronel Paulo Malhães. (Foto: Divulgação CNV)

Após se reunir com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a senadora Ana Rita (PT-ES) afirmou que o governo ainda trabalha com a hipótese de queima de arquivos, com relação à morte do coronel Paulo Malhães.

“A hipótese da queima de arquivos não está descartada nem pelo Senado, nem pela Comissão Nacional da Verdade, nem pelo Ministério da Justiça”, afirmou a senadora.

Leia também: “Morte do coronel Malhães não pode ser tratada como mera tentativa de assalto”, afirma presidente da Comissão da Verdade do RJ

Na reunião, Cardozo afirmou que já conversou com o governador e o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro. O ministro também garantiu que está acompanhando o caso de perto, com o apoio da Polícia Federal.

Na próxima semana, Ana Rita e os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e João Capiberibe (PSB-AP), da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, irão ao Rio de Janeiro para conversar com as autoridades responsáveis pela investigação. Atualmente, a polícia trabalha com as hipóteses de latrocínio e queima de arquivos.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.