Publicidade

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Congresso | 18:00

PT se alia a ruralistas contra fundo para danos ambientais na exploração do petróleo

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Irajá Abreu (PSD-TO), filho da presidente da Confederação Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e senadora Kátia Abreu, do mesmo partido. (Foto: Agência Câmara)

Deputado Federal Irajá Abreu (PSD-TO), filho da presidente da Confederação Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e senadora Kátia Abreu, do mesmo partido. (Foto: Agência Câmara)

Por seis votos a dois, a Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos deputados rejeitou o PL 7525/2010, que  cria um fundo reserva para “fazer frente a eventuais danos ambientais e sócio-econômicos causados por vazamento de petróleo ou de gás natural”.

O curioso é que a rejeição veio de um acordo entre a bancada petista e os ruralistas Nelson Padovani (PSC-PR), Reinhold Stephanes (PSD-PR) e Irajá Abreu (PSD-TO), filho da senadora Kátia Abreu do mesmo partido.

De favoráveis, ficaram apenas os deputados Sarney Filho (PV-MA) e Arnaldo Jordy (PPS-PR). De toda forma, o projeto ainda segue para análise das Comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça.

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.