Publicidade

segunda-feira, 19 de maio de 2014 Congresso | 17:00

Religiões de matriz africana realizam protesto no Congresso Nacional

Compartilhe: Twitter
O ogan Luiz Alves, integrante da Foafro DF. (Foto: Divulgação)

O ogan Luiz Alves, integrante da Foafro DF. (Foto: Divulgação)

Está marcado para a tarde da próxima quarta-feira, em frente à Comissão de Direitos Humanos do Congresso Nacional, um ato das religiões de matriz africana.

Organizado pela Rede Afrobrasileira Sociocultural (Foafro DF), com o apoio da Frente Parlamentar em Defesa das Comunidades Tradicionais de Terreiro, o protesto é uma resposta à decisão judicial do Rio de Janeiro, que não aceitou o pedido do MPF para retirar vídeos do Youtube com mensagens de intolerância contra o candomblé e a umbanda.

Leia mais: Decisão da Justiça sobre cultos afro-brasileiros surpreende até frei e pastor

De acordo com a decisão, as manifestações religiosas de matriz africana não poderiam ser consideradas religião por não terem um texto-base como a Bíblia dos cristãos ou o Alcorão dos islâmicos, nem apresentarem uma estrutura hierárquica com um único Deus a ser venerado.

“Não é decisão judicial que define minha religiosidade, mas sim a minha fé”, afirma o ogan Luiz Alves, da Foafro DF, na convocação divulgada pela internet.

Autor: Tags: , , , ,