Publicidade

quinta-feira, 22 de maio de 2014 Justiça | 16:50

Gilmar Mendes diz que voto sobre doações de campanha só sai depois de julho

Compartilhe: Twitter
Ministro do STF Gilmar Mendes. (Foto: Nelson Jr / SCO / STF)

Ministro do STF Gilmar Mendes. (Foto: Nelson Jr / SCO / STF)

O ministro do STF Gilmar Mendes avisou que só deverá apresentar seu voto no julgamento sobre doações privadas em campanhas eleitorais após o recesso de julho, do Supremo.

Leia mais: Coalizão pela Reforma Política planeja ato com mote “Devolve, Gilmar”

O anúncio foi feito em uma reunião na última quarta-feira, a pedido da chamada Coalizão pela Reforma Política – integrada pela OAB, CNBB e parlamentares liderados por Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

Durante a conversa, Gilmar Mendes também deu sinais de que seu voto será contrário aos seis colegas que já se posicionaram pelo fim do financiamento privado.

Por enquanto, a indecisão acirra os ânimos entre o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

 

 

 

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.