Publicidade

quinta-feira, 5 de junho de 2014 Congresso | 20:45

Mesmo com processo, Pastor Eurico defende projeto da ‘cura gay’

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Deputado Federal Pastor Eurico (PSB-PE). Foto: Agência Câmara

Na próxima segunda-feira, o relator do caso contra o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE) no Conselho de Ética do PSB, Alexandre Navarro, irá notificar formalmente o deputado sobre a abertura de um processo, estabelecendo o prazo de 10 dias para a defesa.

Eurico é alvo de uma representação encaminhada por setores do PSB que questionam a iniciativa do deputado de reapresentar o polêmico projeto que defende a chamada “cura gay”. Para fugir de um possível pedido de cassação de mandato ou de desfiliação partidária, uma saída seria pedir o rearquivamento do projeto de lei.

A opção, porém, está no momento completamente descartada pelo pastor. “Sou igual ao Eduardo Campos, não mudo minhas convicções. Meus princípios cristãos são inegociáveis”, afirmou o deputado, que ainda fez referência às recentes declarações de Campos contra a legalização do aborto. “Sou socialista. Sou da paz. Não fiz nada fora da lei e assim como respeito o partido, o partido também tem de respeitar o direito ao contraditório.”

Eurico disse ainda desconhecer o teor do processo, mas reafirmou a defesa do projeto. “Nem sei fazer a conta de quantos amigos gays eu tenho e respeito. Esse projeto não defende nenhuma cura gay, defende o direito de os profissionais exercerem seu trabalho e de qualquer pessoa buscar ajuda.”

Autor: Tags: , , ,