Publicidade

terça-feira, 10 de junho de 2014 Congresso | 10:30

Oposição terá que se esforçar na CPMI durante Copa, diz líder do DEM

Compartilhe: Twitter

O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho (PE), diz que se a oposição quiser mesmo avançar nas investigações da Petrobras terá de fazer um esforço extra durante a Copa do Mundo.

“Não vai ser fácil”, resume Mendonça ao falar sobre a CPMI a partir do início da Copa do Mundo. “Vamos ter de aprender a conviver com esse calendário”, acrescentou o líder.

Para Mendonça, a própria convocação da presidente da Petrobras, Graça Foster, para falar na CPI Mista da Petrobras nesta quarta-feira, foi precipitada. Ela falou à CPI do Senado no dia 27 de maio.

O líder do DEM diz que sua presença lá terá pouco a acrescentar e que o melhor seria aguardar a chegada de documentos da Operação Lava Jato para que uma nova convocação dela pudesse ser feita a luz de novos fatos.

“Preferia que essa fala dela fosse feita mais adiante”, diz Mendonça. ” Sem essa documentação(da Lava Jato) fica difícil apurar”, critica ele, acusando o governo de antecipar a vinda de Foster com o objetivo de dificultar a investigação sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas.

Autor: Tags: , , , ,