Publicidade

domingo, 13 de julho de 2014 Congresso | 08:00

‘Dá perfeitamente para trabalhar de 2ª a 6ª’, diz deputado petista

Compartilhe: Twitter

Nesta semana, em meio a clima de Copa do Mundo e largada da campanha eleitoral, o deputado Amauri Teixeira (PT-BA) teve uma espécie de dia de estrela na Câmara. Aproveitando que boa parte dos deputados emendou o jogo do Brasil ao fim de semana, Teixeira discursou no plenário, presidiu sessão, concedeu entrevista à rádio Câmara e postou tudo nas redes sociais.

Com a rotina da Câmara concentrada às terças e quartas-feiras, Teixeira diz defender que os deputados trabalhem todos os dias úteis em Brasília, de segunda a sexta-feira. E usem os finais de semana para as visitas às bases. “Dá perfeitamente para trabalhar de segunda a sexta e ainda visitar as bases”, disse o deputado ao Poder Online. Confira os principais trechos da entrevista:

Amauri Teixeira, no plenário, nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/Facebook)

Amauri Teixeira, no plenário, nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/Facebook)

Quem esteve na Câmara na última quinta-feira diz que o senhor fez de tudo por lá, discurso, entrevista, presidiu sessão, tudo aproveitando que a Casa estava vazia. Como foi a sua semana?
Na terça-feira foi tudo suspenso por causa do jogo. Eu viajei para o interior na quarta, pois tinha agenda com líderes regionais, mas em seguida retornei a Brasília. Na quinta-feira, além dessas atividades que você citou, eu coloquei ordem nas minhas coisas aí em Brasília e protocolei oito projetos de lei e fiz outros despachos. Hoje (sexta-feira) estou em Teixeira de Freitas, onde participo de um seminário pela Comissão de Seguridade Social. Havia previsão de outro seminário da comissão na segunda, mas como convocaram uma sessão extraordinária desmarquei. Retorno a Brasília na segunda, às 5h da manhã.

O senhor vê problema em emendar o jogo de terça ao fim de semana?
Não acho correto. Acho que é perfeitamente possível retornar a Brasília. Eu estive em vários lugares nesta semana e, quando não havia atividade, voltei. Mesmo na campanha, pretendo estar presente. Acho que a população não nos elegeu para trabalhar por três anos e meio. Com o desgaste de imagem que os deputados já sofrem, não tem sentido manter as coisas como estão. É perfeitamente possível conciliar Copa, visita às bases, eleição e atividade parlamentar.

O senhor defende que acabe essa concentração da atividade às terças e quartas? 
Isso é muito ruim, ficamos com tudo concentrado no meio da semana e fica tudo atropelado. Dá perfeitamente para o Congresso trabalhar de segunda a sexta-feira, usando os fins de semana para a visita às bases. Hoje, a gente faz tudo atropelado. No Senado, a rotina é um pouco melhor. Deveríamos ao menos seguir o exemplo de lá.

O senhor não teme sofrer bullying dos colegas por dizer isso? 
Tem gente que não vai gostar mesmo. Mas eu tenho minha posição e eles sabem muito bem que eu estou correto nisso.

Autor: Tags: , , ,