Publicidade

terça-feira, 15 de julho de 2014 Congresso | 07:30

Governo terá de convencer própria base sobre decreto da participação social

Compartilhe: Twitter
Deputado Vicentinho (SP), líder do PT na Câmara. (foto: divulgação)

Deputado Vicentinho (SP), líder do PT na Câmara. (foto: divulgação)

Para evitar a revogação do decreto que instituiu a Política Nacional de Participação Social, o governo terá de convencer a própria base na Câmara dos Deputados a votar contra a iniciativa dos deputados Mendonça Filho (DEM-PE) e Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Leia também: Governo tenta ampliar base de apoio à Política de Participação Social

“Primeiro era a Petrobras, depois a Copa do Mundo e agora a oposição, desmoralizada com o sucesso do da Copa, inventou de atirar contra esse decreto. O que eu não entendo é que, além da oposição, parte da base também entrou nessa”, diz o líder do PT na Câmara, Vicentinho (PT-SP).

Nesta manhã, o tema será pauta da reunião entre os deputados da base. Durante a discussão, o governo tentará de todas as formas convencer os aliados de que, juridicamente, o projeto não fere as prerrogativas parlamentares.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.