Publicidade

sexta-feira, 18 de julho de 2014 Congresso | 10:30

Feministas lançam campanha ‘Não estuprem uma mulher duas vezes’

Compartilhe: Twitter
Eduardo Cunha quase acaba dentro de reunião do DEM (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ) (foto: Alan Sampaio iG/Brasília)

Movimentos de mulheres e feministas lançaram a campanha virtual “Não estuprem uma mulher duas vezes”, contra a iniciativa do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de derrubar a lei 12.845/2013, que garante o acesso ao aborto legal a vítimas de violência sexual.

Mais de sete mil assinaturas à petição da Avaaz já foram enviadas diretamente ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pedindo para que o projeto de Cunha não seja votado.

“Enquanto estávamos distraídos com a Copa do Mundo na semana passada, a bancada conservadora do Congresso tentou roubar das mulheres um direito já garantido por lei: o de não ter o filho de um estuprador”, diz o movimento.

Nesta semana, as mesmas organizações também cobraram do ministro da Saúde a regulamentação do acesso ao aborto legal pelo SUS, revogada após pressão da bancada evangélica.

Autor: Tags: , , , , ,