Publicidade

quinta-feira, 24 de julho de 2014 Eleições | 07:30

PSB, PSDB e PTB disputam vaga do Senado em chapa de Pedro Taques

Compartilhe: Twitter
O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

O senador Pedro Taques (PDT-MT). Foto: Agência Senado

Além de se explicar diante das críticas dos adversários por uma suposta fraude em pesquisa eleitoral divulgada no último fim de semana, a coligação liderada pelo senador e candidato ao governo do Mato Grosso Pedro Taques (PDT-MT) ainda precisa definir quem substituirá o candidato Jayme Campos (DEM-MT) na disputa pelo Senado.

Campos desistiu de concorrer no início da semana, quando alegou falta de “solidariedade” de alguns partidos da aliança, como PSB e PPS, que estariam mais inclinados a pedir votos para o candidato Wellington Fagundes (PR-MT), aliado do petista Lúdio Cabral.

Para resolver o impasse, os principais nomes da disputa são o de Luciane Bezerra, até então 2ª suplente de Campos, o da ex-senadora Serys Slhessarenko (PTB-MT) e do vice-prefeito de Rondonópolis, Rogério Salles (PSDB-MT).

Luciane poderia reaproximar a coligação do PSB do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, além de fortalecer o palanque do presidenciável Eduardo Campos no estado. Por outro lado, o PTB defende que Serys já tinha se apresentado como pré-candidata antes da escolha por Campos e lembra que a candidata já ultrapassou os 500 mil votos em eleições anteriores. Já Salles contemplaria melhor a região sul do estado e  poderia aumentar a presença do presidenciável tucano Aécio Neves.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.