Publicidade

sexta-feira, 3 de outubro de 2014 Eleições | 09:00

Paulo Skaf paga a fatura da resistência em apoiar Dilma

Compartilhe: Twitter
Paulo Skaf (Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE)

Paulo Skaf (Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE)

A avaliação feita pelo PMDB hoje é a de que todo o desfecho da eleição estadual em São Paulo poderia ser diferente se não fosse a teimosia de Paulo Skaf em ficar longe da presidente Dilma Rousseff.

A tese é que o presidente da Fiesp, que contrariou todas as orientações da cúpula partidária em apoiar abertamente a petista, poderia ter atraído os votos dos petistas que resistem em apoiar o ex-ministro Alexandre Padilha. E, quem sabe, garantido a realização de um segundo turno contra o governador Geraldo Alckmin.

 

Autor: Tags: ,