Publicidade

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 Eleições | 10:30

Com Aécio no 2º turno e Serra eleito, ministério deve voltar à mesa de negociações

Compartilhe: Twitter

Agora que o ex-governador José Serra está eleito senador e Aécio Neves disputa o segundo turno da corrida presidencial, a indicação do paulista para um eventual ministério do colega mineiro pode voltar à mesa de negociações. As conversas esfriaram por causa da dianteira da ex-senadora Marina Silva (PSB) nas pesquisas. Mas, segundo aliados do senador eleito, devem ser retomadas nesta nova fase da disputa.

José Serra: 'Paz e amor' (foto: divulgação)

José Serra: ‘Paz e amor’ (foto: divulgação)

Interlocutores de Serra reconhecem que, passada a eleição, um fator alterou o quadro das conversas sobre uma cadeira na Esplanada: o tucano foi criticado por adversários pela possibilidade de abandonar o mandato. Serra já amarga o desgaste de ter deixado a prefeitura em 2010, para disputar o governo paulista. Mas, até segunda ordem,  a ideia de integrar o primeiro escalão de um eventual governo tucano ainda é o plano A do time serrista.

Antes da largada da corrida eleitoral, Aécio e Serra chegaram a negociar reservadamente a indicação. Nenhuma proposta formal chegou a ser fechada, mas a alternativa tida como mais provável era o futuro superministério da Infraestrutura, que Aécio prometeu criar.

O PSDB considera importante o engajamento de Serra na campanha de Aécio neste segundo turno. Um acordo nesta etapa poderia ajudar a trazer o senador eleito para mais perto do mineiro.

Autor: Tags: , ,