Publicidade

segunda-feira, 27 de outubro de 2014 Eleições | 14:54

Militância petista tenta consolar Agnelo Queiroz

Compartilhe: Twitter
O atual governador Agnelo Queiroz (PT-DF) foi consolado pela militância petista.

O atual governador Agnelo Queiroz (PT-DF) foi consolado pela militância petista. (Mel Bleil Gallo / iG Brasília)

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), só chegou na metade do primeiro discurso da presidente reeleita Dilma Rousseff. Discretamente, subiu ao palco, onde se juntou a outras autoridades.

Ao final do pronunciamento de Dilma, enquanto os presentes deixavam o palco, Agnelo voltou e acenou com os braços levantados à militância. Como resposta, teve direito ao grito de guerra “Agnelo, guerreiro, do povo brasileiro” também entoado em homenagem a Dilma e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na solenidade.

Na saída, muitos ainda pediram para tirar fotos e abraçar o ex-ministro dos Esportes, consolando-o pela derrota ainda no primeiro turno da disputa pela reeleição ao Palácio do Buriti. Alguns arriscavam: “agora o senhor vai ser ministro de novo, né?”.

Leia também: Com Dilma rouca, grito petista vira ‘Quem não senta é tucano’

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.