Publicidade

terça-feira, 28 de outubro de 2014 Justiça | 17:31

‘Temos presídios com perfeita capacidade de assegurar direitos humanos’, diz ministro da Justiça

Compartilhe: Twitter
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. (Foto: Agência Brasil)

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. (Foto: Agência Brasil)

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fez coro ao titular da Advocacia-Geral da União, Luís Inácio Adams, ao comentar a decisão da Justiça italiana de negar a extradição ao ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato.

Ao Poder Online, Cardozo confirmou que o governo vai recorrer da decisão e disse que o argumento fundamental será o de que o país tem como oferecer condições adequadas para que ele cumpra a pena em um presídio brasileiro.

“A decisão da Justiça italiana deve ser respeitada. Agora, eu sou e sempre fui um crítico da situação dos presídios brasileiros. Reconheço que há problemas. Mas isso não significa em momento algum que não tenhamos presídios com condições adequadas. Temos presídios com perfeita capacidade de assegurar o respeito aos direitos humanos”, disse Cardozo.

Ele reiterou que o governo brasileiro insistirá em oferecer as estruturas disponíveis em Brasília e Santa Catarina, para receber o réu condenado do mensalão.

Leia também: ‘Temos como garantir que Pizzolato cumprirá pena em condições adequadas, reage Luís Inácio Adams

Autor: Tags: , , , ,