Publicidade

terça-feira, 11 de novembro de 2014 Estados | 13:39

Governo do Distrito Federal é alvo de protestos após corte de gastos

Compartilhe: Twitter
O governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT). (Foto: Cristiano Mariz)

O governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT). (Foto: Cristiano Mariz)

A condução da reta final do governo de Agnelo Queiroz (PT) se transformou em alvo de protestos, no Distrito Federal. Na tentativa de diminuir o rombo dos cofres públicos antes de concluir a transição para o governador eleito Rodrigo Rollembeg (PSB), o petista determinou uma série de cortes de gastos, que têm sido contestados pela população local.

Além da greve que já soma três empresas de ônibus no DF, o Palácio do Buriti amanheceu com um protesto do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. O grupo foi à Secretaria da Fazenda do DF, para se manifestar contra a falta de pagamento dos auxílios-aluguel dos meses de outubro e novembro. Algumas horas depois, saíram com a promessa de que os repasses seriam feitos a partir de amanhã.

Leia também: Militância petista tenta consolar Agnelo Queiroz

Também nesta tarde, artistas farão um ato em frente ao Palácio do Buriti, contra o atraso no pagamento de cachês por eventos culturais realizados pelo DF desde o início do ano. O protesto ocorre no dia seguinte ao anúncio feito pela Secretaria de Cultura de que a tradicional festa de ano novo da Esplanada dos Ministérios será cancelada, por motivos financeiros.

Ontem, funcionários do Serviço de Limpeza Urbana iniciaram uma paralisação na coleta de lixo, contra o atraso no pagamento de salários e auxílio-alimentação. Apesar de a SLU ter anunciado no mesmo dia o retorno às atividades, garis informaram que a coleta só será regularizada quando todos os pagamentos forem realizados.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,