Publicidade

sábado, 13 de dezembro de 2014 Governo | 08:00

Comissão da Verdade deu mais trabalho a Amorim que propina na FAB

Compartilhe: Twitter
O ministro da Defesa, Celso Amorim

O ministro da Defesa, Celso Amorim

Um comentário que rodava ontem no círculo próximo ao ministro da Defesa, Celso Amorim, é que a denúncia de pagamento de propina na Força Aérea Brasileira ficou muito longe de ter sido o maior problema da semana.

Amorim comentou com os mais próximos que a “canseira” foi muito maior em ter que atuar como mediador entre as Forças Armadas, o governo e a Comissão da Verdade, para evitar que o relatório final do colegiado virasse estopim de uma troca pública de ataques.

Amorim, dizem auxiliares, relembrou os tempos do Itamaraty. Atuou como “diplomata”.

Autor: Tags: , ,