Publicidade

terça-feira, 16 de dezembro de 2014 Congresso | 14:47

Bolsonaro resgata conflito de 2003 para se defender

Compartilhe: Twitter

Para se defender no Conselho de Ética, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) decidiu recorrer a um episódio de 2003, em que foi chamado de estuprador pela deputada Maria do Rosário (PT-RS). Na época, Bolsonaro também chegou a dizer “não te estupro porque vc não merece” e foi alvo de uma representação por quebra de decoro de 2003, encaminhada pelo então líder do PT, Nelson Pellegrino (BA).A denúncia foi arquivada por unanimidade pela Mesa Diretora da Casa.

Leia mais: Maria do Rosário entra com duas ações na Justiça contra Bolsonaro

Bolsonaro diz ter se sentido “ofendido” após ser chamado de estuprador pela ex-ministra. “Entenderam que não tinha quebra de decoro naquela época e vão entender agora. Eu sou contra o estupro. Tenho um projeto que agrava a pena de estupro de vulnerável, que propõe o castramento químico de estupradores, e o PT é contra”, afirma Bolsonaro em referência ao PL 5398/2013. O projeto aguarda relatoria da deputada Iriny Lopes (PT-ES), na Comissão de Constituição e Justiça.

Assista ao episódio relembrado:

Autor: Tags: , ,