Publicidade

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 Congresso | 20:01

Acirramento entre Cunha e Chinaglia dá esperanças a aliados de Júlio Delgado

Compartilhe: Twitter

 

Deputado Federal Júlio Delgado (PSB-MG). Foto: Divulgação

Deputado Federal Júlio Delgado (PSB-MG). Foto: Divulgação

Diante da polarização cada vez maior na disputa pela presidência da Câmara entre Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Arlindo Chinaglia (PT-SP), os apoiadores da chamada terceira via, representada por Júlio Delgado (PSB-MG), têm se animado na torcida por uma reviravolta.

Nesta linha, parlamentares do PSB e do PSDB enxergam no acirramento dos ânimos uma das poucas chances de Delgado estar num eventual segundo turno. Os mais otimistas chegam a dizer até mesmo que, chegando lá, os votos do candidato derrotado migrariam quase que automaticamente para a aliança composta por PSB, PSDB, PPS e PV.

“Essas coisas abalam qualquer candidatura. Tô estranhando que ainda não veio nada contra a gente. Mas eles sempre ignoraram a nossa candidatura e agora vamos ver quem é que chega no segundo turno”, diz o deputado federal Pastor Eurico (PSB-PE). “Tem muita gente do PT que não vota no Chinaglia e do PMDB que não vota no Cunha. Eles vão pra onde? Pra gente. O Júlio perde muito menos voto do PSB e do PSDB do que eles perdem nos próprios partidos”, completa.

Leia também: ‘Sem provas concretas, não vamos conseguir convocá-lo’, diz tucano sobre Pepe Vargas

Autor: Tags: , , , , , , , ,