Publicidade

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 Congresso | 07:30

Candidatos calculam 100 deputados ainda indecisos na disputa da Câmara

Compartilhe: Twitter

Na troca de figurinhas que rola entre as campanhas dos candidatos à presidência da Câmara, a estimativa que corre é que cerca de 100 dos 513 deputados ainda estariam sem voto definido. Daí a ansiedade sobre se haverá ou não um segundo turno. Na conta, entram votos de partidos que ainda não declararam nenhum apoio formal – entre eles PP, PR e a maioria do chamado G-10 dos nanicos – além das já esperadas dissidências nas bancadas que definiram uma orientação, em especial no PSDB, PSD e PRB.

Uma das sondagens informais que rodaram nos últimos dias apontava Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com apoio de cerca de 160 deputados do PMDB, PTB, DEM, PSC, Solidariedade e PRB. Já Arlindo Chinaglia (PT-SP) viria em segundo, com aproximadamente 140 votos do PT, PROS, PCdoB, PSD e PDT. Em terceiro, estaria Júlio Delgado (PSB-MG), com cerca de 100 deputados do PSB, PSDB, PV e PPS. Já Chico Alencar (PSOL-RJ), por enquanto, teria apenas com o apoio certo dos cinco parlamentares da sigla.

Leia também: ‘A oposição poderia controlar o Congresso’, diz Paulinho da Força

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.