Publicidade

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 Congresso | 12:01

Manoel Junior apostou sozinho, mas cobra a fatura

Compartilhe: Twitter
aG

Manoel Junior (PMDB-PB)

O deputado Manoel Junior (PMDB-PB) disse que se dispunha a dar todo seu salário de fevereiro ao colega Silvio Costa (PSC-PE), caso Arlindo Chinaglia (PT-SP) vencesse a disputa pela presidência da Câmara, como previa o pernambucano. E saiu da votação de ontem prometendo cobrar a conta: “Agora eu quero o salário de fevereiro dele”, disse o peemedebista.

Costa, que antes da eleição repetia que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) deveria ter cuidado para não perder de Júlio Delgado (PSB-MG),  nem quis ouvir falar no assunto. “Se ele apostou, apostou sozinho. Eu não tenho nada a ver com isso”, disparou.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.