Publicidade

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Congresso | 10:30

‘Eduardo Cunha fere a autonomia das mulheres’, diz Jô Moraes

Compartilhe: Twitter

A coordenadora da bancada feminina da Câmara, Jô Moraes (PCdoB-MG), diz ter sido pega de surpresa diante da decisão do presidente da Casa de definir novas regras para a eleição da nova coordenação do grupo. Procurado pela bancada, Cunha afirmou que a eleição da Secretaria e da Procuradoria da Mulher teria de obedecer aos blocos parlamentares montados para a eleição da presidência da Câmara.

De acordo com Jô, além de ser uma afronta à autonomia da bancada feminina, a decisão também criaria uma distorção, uma vez que partidos que não elegeram nenhuma mulher também teriam peso na disputa. “Nós sempre evitamos as questões polêmicas e o presidente Eduardo passa a querer, agora, opinar sobre a pauta da bancada feminina. O que fere a autonomia das mulheres, a bandeira fundamental pra sua emancipação”, diz Jô. “Quem decide sobre a bancada feminina deve ser a própria bancada.”

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, o presidente da Casa disse recentemente que a legalização do aborto só seria pautada na casa “por cima de seu cadáver”.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,