Publicidade

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Internacional | 09:00

Ordem no Itamaraty é elevar pressão por solução para crise financeira

Compartilhe: Twitter

No Itamaraty, diplomatas falam em elevar ao máximo as pressões sobre o novo chanceler Mauro Vieira, para que tome providências para amenizar a crise de recursos em embaixadas e consulados no exterior.

As queixas se referem à falta de dinheiro para o pagamento de despesas básicas nessas estruturas, como contas de água e luz, ou compra de suprimentos de primeira necessidade.

Nas conversas de corredor, joga-se grande parte da culpa pela gravidade da situação sobre o antigo chanceler Luiz Alberto Figueiredo. A tese é que faltou ali disposição para enfrentar o Planalto.

Autor: Tags: , ,