Publicidade

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Partidos | 07:00

Cristiane Brasil tenta proteger PTB de denúncias contra Collor

Compartilhe: Twitter
A deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil (RJ). (Foto: Divulgação)

A deputada federal e presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil (RJ). (Foto: Divulgação)

Na última terça-feira, a presidente nacional do PTB e deputada federal, Cristiane Brasil (RJ), passou o dia tentando apagar o fogo e proteger seu partido das denúncias feitas contra o senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL) no esquema de corrupção da Petrobras.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, Collor seria um dos beneficiados do esquema de propinas e teria recebido R$ 3 milhões resultante de negócio da BR Distribuidora, subsidiária da estatal. O dinheiro, disse o doleiro Alberto Youssef, teria sido entregue por “emissários do PTB”. O jornal diz ainda que o PTB tinha dois diretores na BR Distribuidora: José Zonis, na área de Operações e Logística, e Luiz Claudio Caseira Sanches, na Diretoria de Rede de Postos de Serviço.

“Não dá para colocar todos no mesmo balaio”, diz Cristiane, que foi ao plenário da Câmara para defender o partido, sem, no entanto, proteger o senador alagoano. “O PTB não tem qualquer cargo na Petrobras ou em suas subsidiárias. O partido, como todo o povo brasileiro, quer o esclarecimento na Justiça dos fatos e do envolvimento dos personagens nesse escândalo que está afundando a Petrobras num mar de lama”, completa a filha do ex-deputado federal e delator do mensalão Roberto Jefferson.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.