Publicidade

quarta-feira, 4 de março de 2015 Governo | 06:00

Lula cobra reação do governo à crise e defende giro de Dilma pelo Brasil

Compartilhe: Twitter

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou pessoalmente na reação à crise que cerca o governo da presidente Dilma Rousseff e distribuiu ontem uma série de coordenadas a líderes governistas. Além de orientar o Planalto a intensificar medidas que ajudem a melhorar o clima na base aliada – como a reunião da presidente com líderes marcada para esta manhã – o ex-presidente defendeu que seja organizado um amplo giro de Dilma pelos principais estados brasileiros.

Dilma e Lula ABR

Dilma e Lula (Foto: Agência Brasil)

Em uma das conversas em que deu a determinação, o ex-presidente não escondeu a insatisfação com o desgaste da sucessora. Reclamou das falhas no controle da imagem do governo e se queixou da atuação do próprio PT diante da crise. Avisou que ele próprio vai se encarregar de melhorar a relação do governo com a legenda, como parte da estratégia.

A receita é a mesma usada pelo próprio Lula em momentos de crise que marcaram seu próprio governo. No auge do escândalo do mensalão, por exemplo, o ex-presidente percorreu o país em viagens, num esforço para tentar reverter o desgaste e criar uma agenda positiva para o governo.

O plano de intensificar a agenda de viagens da presidente se apoia na avaliação positiva feita da recente visita de Dilma ao Rio de Janeiro. Um dos próximos destinos deve ser o Cinturão das Águas, no Ceará. O projeto, segundo líderes petistas, deve receber uma nova leva de recursos, o que ajudaria a melhorar a agenda positiva do governo diante do ajuste fiscal.

Leia também: Expectativa sobre a lista da Lava Jato dá esperança à oposição e eleva tensão na base

Autor: Tags: , , , ,