Publicidade

quinta-feira, 5 de março de 2015 Estados | 07:00

Azedo com Mercadante, PT prefere vê-lo na disputa pelo governo paulista

Compartilhe: Twitter
Aloizio Mercadante

Aloizio Mercadante

Todo mundo no PT sabe que paira sobre o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, a tese de que a candidatura presidencial poderia cair no seu colo em 2018, caso Lula fique fora do jogo. Mas no partido, que não anda lá muito feliz com o ministro, o discurso é de que o mais “razoável” seria tê-lo como candidato ao governo paulista.

A lista de presidenciáveis do PT, em tese, inclui também opções como o titular da Defesa, Jaques Wagner. Para colegas de partido, alguns fatores ajudariam a empurrar Mercadante para a corrida estadual.

Primeiro, o PT não quer nem ouvir falar em repetir a candidatura de Alexandre Padilha. Segundo, dada a expectativa de um cenário difícil para o governo federal nos próximos anos, o desempenho anterior do chefe da Casa Civil nas urnas paulistas seria uma garantia para atingir o patamar histórico do partido no estado. Mercadante superou 30% dos votos em 2006 e 2010. Na primeira, foi assim mesmo com todo o desgaste do escândalo dos aloprados.

Quem é próximo de Mercadante diz que ele dá de ombros. Diz que está muito feliz onde está e não quer nem saber de pensar em eleição.

Autor: Tags: ,