Publicidade

quarta-feira, 18 de março de 2015 Congresso | 09:00

‘Meu marido é quem é o político. Nunca pensei em me candidatar’, diz coordenadora da bancada feminina

Compartilhe: Twitter

Escolhida para comandar a bancada feminina após um acordo entre os partidos do bloco de apoio ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e sob protestos das deputadas do PT e do PCdoB, a mineira Dâmina Pereira (PMN) tem dito que sua principal bandeira será o incentivo a uma maior participação das mulheres na política.

A própria deputada admite, entretanto, que só se candidatou após seu marido – o ex-prefeito de Lavras, Carlos Alberto Pereira (PMN-MG) – ter sido barrado pela Justiça Eleitoral. “Nunca pensei em me candidatar mas, por um determinado momento, se fez necessária minha candidatura e aconteceu isso da minha eleição em 45 dias”, diz Dâmina.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,