Publicidade

segunda-feira, 13 de abril de 2015 Partidos | 07:00

PMDB forte alimenta esperanças do PSDB serrista para 2018

Compartilhe: Twitter
José Serra: 'Paz e amor' (foto: divulgação)

José Serra: ‘Paz e amor’ (foto: divulgação)

O fortalecimento do PMDB e a expectativa de que o partido será ainda mais determinante na corrida eleitoral de 2018 animaram a ala serrista do PSDB. Aliados do senador José Serra (PSDB-SP) passaram a resgatar internamente as esperanças de que ele possa se cacifar como candidato para a disputa presidencial, uma possibilidade que eles próprios davam como praticamente enterrada poucos meses atrás.

A avaliação que hoje é feita no grupo de Serra é que, se o PMDB optar mais adiante por se alinhar à oposição em um projeto contra o PT, o senador teria “mais identidade” com o partido do que outros potenciais candidatos do PSDB, como Geraldo Alckmin. Serra, diz um tucano próximo ao senador, não só é mais “político” que Alckmin, como tem a seu favor o fato de ter origem no PMDB.

Aécio Neves, dizem os serristas, preocupa menos. Eles avaliam que o senador mineiro não só amargou o desempenho ruim em Minas Gerais, em 2014, como vem tendo dificuldade em se firmar como “a cara” do sentimento anti-PT. E, como o desgaste do governo federal se mostra mais forte em São Paulo, o ideal, argumentam, seria optar por um paulista para a corrida ao Planalto.

Autor: Tags: , ,