Publicidade

sexta-feira, 8 de maio de 2015 Partidos | 06:00

Para amenizar desgaste, PT se descola de Dilma e reforça vínculo com Lula

Compartilhe: Twitter

A direção nacional do PT marcou mais uma reunião no próximo dia 18, em Brasília, para avançar na estratégia de resposta à crise de imagem que atinge o partido. Abertamente, dirigentes petistas ssaem em defesa da presidente Dilma Rousseff e das medidas do ajuste fiscal. Nos bastidores, entretanto, integrantes do comando partido explicitam um plano para descolar cada vez mais a imagem do partido da presidente Dilma Rousseff e reforçar o vínculo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma e Lula (Foto: Agência Brasil)

Dilma e Lula (Foto: Agência Brasil)

Uma proposta que já começou a ser estudada internamente e deve passar pelo crivo da executiva nacional na reunião do dia 18 é pedir a Lula que embarque em um amplo giro de viagens pelo país. Setores do comando partidário avaliam que o ex-presidente precisa assumir a dianteira do plano para resgatar a relação do PT com sua base histórica. A ideia é garantir uma extensa agenda de visitas ao Nordeste, por exemplo.

Os primeiros passos desse plano, diz um líder petista, se fizeram ver no programa de televisão veiculado pelo partido nesta semana. Apesar das críticas e dos panelaços que tomaram vários estados brasileiros, o comando partidário diz fazer uma avaliação positiva do vídeo. Isso porque  o filme tinha um objetivo específico: dialogar com setores estratégicos, como movimento sindical e entidades de representação de trabalhadores. Para justificar o distanciamento em relação ao governo, alguns petistas investem na tese de que o partido precisa primeiro se levantar para depois poder ajudar Dilma.

Autor: Tags: , ,