Publicidade

segunda-feira, 11 de maio de 2015 Congresso | 06:00

‘Greve não se resolve com intimidação e violência’, diz Fátima Bezerra sobre Beto Richa

Compartilhe: Twitter

Na terça-feira, parlamentares do PT e do PCdoB pretendem aprovar na Câmara e no Senado moções de repúdio à violência cometida por policiais militares do Paraná contra professores do estado, em manifestação realizada no dia 29 de abril.

O conflito, que feriu mais de 200 professores, levou ao afastamento dos secretários de Educação, Fernando Xavier Ferreira, e de Segurança Pública, Fernando Francischini (SDD), que retornará ao cargo de deputado federal.

“Eu aprendi que greve se resolve com diálogo, não com arbitrariedade, intimidação e violência”, diz a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), que também é professora. “Não é pelo fato de eu ser do PT que apresentei essa moção. Apresentei porque entendo que, em situações como essa, de repressão, de tratar a luta social como caso de polícia, a gente não deve se omitir de maneira nenhuma e deve se posicionar”, completa.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.