Publicidade

quarta-feira, 17 de junho de 2015 Brasil, Governo, Política | 18:39

Dilma tenta último acordo com Renan e centrais para vetar fim do fator previdenciário

Compartilhe: Twitter

O governo tenta ainda um último acordo com as centrais sindicais e com o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), para que a presidente possa vetar o fim do fator previdenciário, e apresentar uma medida provisória capaz de servir de alternativa à medida aprovada pelo Congresso.
Interlocutores do Planalto dizem que a tendência é que Dilma realmente vete a proposta aprovada pelo Congresso e apresente esta nova medida provisória.
O ministro da Previdência, Carlos Gabas, após passar a tarde em reunião com os demais ministros, apresentou a proposta à presidente Dilma Rousseff e, em seguida, seguiu para uma reunião com Renan, no Senado na tentativa de construir um acordo.
Além de Gabas, também foram para a reunião com Renan, os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto.
Segundo o Planalto, o conteúdo já foi apresentado aos sindicalistas. Antes de se reunir com Renan, Gabas ainda ligou para os sindicalistas para tentar acordo.
O governo quer trocar o fim do fator por uma nova medida provisória que garanta que a soma da idade com o tempo de contribuição chegue a 95 anos para homens e 85 anos para mulheres.
Além disso, o governo conseguiu acordo para que haja o escalonamento da implantação da fórmula 85/95, levando em conta a expectativa de vida da população. O que ainda está em desacordo seria o ritmo de implantação dessa regra.
Após a reunião com Renan, os ministros ainda retornam ao Planalto para reportar à Presidente as reações. Dilma tem até a meia noite para vetar a proposta que terá que ser publicada no Diário Oficial de amanhã.

Autor: Tags: , ,