Publicidade

Arquivo do Autor

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 Partidos, Política | 06:30

Alckmin põe campanha na rua e cogita até o Planalto em 2018

Compartilhe: Twitter

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, entrou no ano novo já mergulhado na articulação de sua campanha de reeleição. Avisou aos auxiliares mais próximos, por exemplo, que faz absoluta questão da presença dos secretários em todos os eventos e inaugurações dos quais não puder participar. “Até 2014, não tem mais fim de semana para ninguém”, avisou o governador, segundo relato de um interlocutor.

Nas conversas com aliados, Alckmin brincou até mesmo que não acharia de todo ruim se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se lançasse candidato no Estado.  “Aí a gente ganha dele aqui e dá uma bela alavancada para 2018”, riu. Isso considerando, é claro, a hipótese de Dilma derrotar o candidato tucano ao Palácio do Planalto e conquistar mais um mandato em 2014.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 Partidos, Política | 15:27

Corpo são, mente sã

Compartilhe: Twitter

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, voltou das férias mais sereno do que nunca. Por cerca de dez dias, ficou hospedado num spa em Cabreuva (SP). Lá, se revezou na  leitura de pelo menos meia dúzia de livros. Também encarou sessões diárias de 200 abdominais e um cardápio especificamente desenhado para promover uma desintoxicação alimentar.

O objetivo, garantem os amigos, não era emagrecer. Afinal, o presidente do PT nunca teve problemas relevantes com a balança. Mas sim descansar, ao lado da família. Na prática, entretanto, a estadia ajudará também em outro objetivo do deputado paulista: preparar as energias para disputar mais um mandato na presidência do PT.

Como informou ontem à coluna Poder Online, Falcão já conseguiu o endosso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff para se lançar na campanha para a eleição interna.

Autor: Tags: ,

Brasil, Justiça, Política | 11:40

O cartão vermelho de Joaquim Barbosa

Compartilhe: Twitter

Muito antes de ganhar os holofotes como relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa decidiu levar uma vida mais saudável e participar de uma pelada em Brasília. A convite de um amigo, ele encontrou abrigo num pequeno grupo de políticos e membros do governo que já se reunia semanalmente para jogar bola havia vários anos.

Barbosa, que na época nem sequer era ministro do STF, deu a primeira bola fora pouco depois de estrear na pelada: começou a trazer alguns de seus amigos para participar dos jogos, sem consultar os colegas de chuteira.

Aos poucos, também mostrou que pretendia adotar durante os jogos o mesmo estilo que aplicaria anos depois no julgamento do mensalão. Nas palavras de um participante dos jogos, “ele chegou achando que ia mandar no jogo”. Poucas semanas depois, foi gentilmente convidado a se retirar do grupo.

Autor: Tags: , , ,

Partidos, Sem categoria | 07:00

O cenário da disputa pelo comando do PT

Compartilhe: Twitter

A previsão que circula dentro da ala majoritária do PT é a de que o atual presidente da sigla, Rui Falcão, larga na disputa para permanecer no comando partidário com algo em torno de 70% dos votos no Diretório Nacional. Pelo quadro atual, colegas de Falcão estimam que ele tem garantido o apoio das correntes Construindo um Novo Brasil, Novo Rumo para o PT e PT de Luta e de Massa. Vai trabalhar ainda pelo endosso de grupos menores.

Por enquanto, o grupo do deputado paulista acredita que um adversário possivelmente sairá da corrente Mensagem ao Partido, a mesma do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Alguns grupos, como o Movimento PT, do deputado Arlindo Chinaglia, não definiram ainda para onde vão caminhar na eleição interna.

Além de Falcão, que falou ontem à coluna Poder Online pela primeira vez sobre sua tentativa de se reeleger, apenas Valter Pomar, que integra a corrente Articulação de Esquerda, já avisou aos colegas que pretende disputar a presidência do partido. A eleição interna do PT está marcada para novembro.

Autor: Tags: ,

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 Sem categoria | 17:28

Falcão: ‘Estou à disposição para continuar à frente do PT’

Compartilhe: Twitter

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, falou abertamente pela primeira sobre seus planos de  disputar um novo mandato à frente do partido. Em conversa com a coluna Poder Online,  Falcão disse ter feito uma consulta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à presidenta Dilma Rousseff no fim do ano passado. Com o endosso de ambos, vai intensificar nos próximos dias a busca por apoio nos grupos internos da legenda.

“Estou colocando meu nome à disposição para continuar comandando o PT. Tive a oportunidade de consultar o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, que deram aval para trabalhar por isso”, disse Falcão.

A eleição interna no PT, marcada para o fim deste ano, é estratégica. Isso porque definirá quem estará à frente do partido também em 2014, ano de eleição presidencial.

Autor: Tags: , ,

Sem categoria | 14:00

O que Eduardo Campos tem dito ao PT

Compartilhe: Twitter

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, já tem ensaiada há um bom tempo sua fala para conversa que terá na tarde de hoje com a presidenta Dilma Rousseff. Aos petistas que o questionaram nas últimas semanas sobre suas intenções para 2014, Campos afirmou mais uma vez não aceita firmar compromissos de antemão.  Mas namora expressões como “fidelidade ao governo” e “projeto conjunto”.

A um petista com quem conversou recentemente sobre o assunto, Campos foi além: “Eu não acho que seja bom disputar com meus próprios aliados”, disse. Ouviu do interlocutor que o PT precisa ter a consciência de que não poderá ser eternamente cabeça de chapa se quiser de fato uma coalizão forte para governar o País.

Autor: Tags: , , ,

Eleições, Partidos, Política | 07:00

PT paulistano quer ratear rombo da campanha de Haddad

Compartilhe: Twitter

O diretório municipal do PT em São Paulo anda se descabelando para decidir como fará para absorver os R$ 26 milhões em dívidas de campanha deixadas pelo agora prefeito Fernando Haddad. O problema é que, pelas normas internas do PT, cabe à instância municipal se responsabilizar pelo rombo. A direção nacional pode até analisar eventuais pedidos de socorro, mas não tem a obrigação estatutária de atendê-los.

As conversas entre as duas instâncias devem ser intensificadas nos próximos dias, quando boa parte dos dirigentes partidários volta ao trabalho, depois de esticar a folga de fim de ano.

A regra que obriga o diretório municipal a se responsabilizar pelo buraco nas contas não nasceu à toa. Foi criada justamente no período em que a direção nacional do PT se via mergulhada em dezenas de milhões em débitos, principalmente aqueles deixados por empréstimos avalizados por Marcos Valério no esquema do mensalão.

Apesar do buraco nas contas partidárias, petistas dizem estar otimistas quanto à capacidade de reverter o problema. Afinal, o dinheiro entra com muito mais facilidade quando se ganha a eleição.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 180
  3. 190
  4. 200
  5. 209
  6. 210
  7. 211
  8. 212
  9. 213
  10. Última