Publicidade

Arquivo do Autor

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 Governo | 06:00

Comunicações ainda pode incorporar publicidade do governo

Compartilhe: Twitter

O governo federal ainda não desistiu totalmente de incorporar a gestão de suas gordas verbas de publicidade ao Ministério das Comunicações, que acaba de ser assumido pelo petista Ricardo Berzoini. A mudança chegou a ser cogitada logo antes da reforma ministerial, mas acabou caindo na gaveta depois do anúncio da nova equipe de governo.

Ricardo Berzoini

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini

Ainda sem um desenho claro de como ficaria a área de comunicação social do governo, Dilma optou por adiar a troca. Manteve o ministro da Secom, Thomas Traumann no cargo, mas a tese, neste momento, é que sua saída pode ocorrer já nas próximas semanas.

A dúvida, neste momento, é se a Secretaria de Comunicação Social manterá o perfil atual e ganhará um novo titular, ou se a publicidade passa para as mãos de Berzoini. Se a segunda opção prevalecer, o mais provável é que a Secretaria de Imprensa da Presidência seja mantida dentro do Palácio do Planalto, mas sem status de ministério.

A expectativa é de que a decisão final seja tomada antes da reunião ministerial marcada para o próximo dia 27. Dilma vem sinalizando que quer chegar ao encontro já com tudo certo no novo primeiro escalão.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 13 de janeiro de 2015 Governo | 15:25

Pepe Vargas abre maratona de reuniões com líderes nesta quarta

Compartilhe: Twitter
Pepe Vargas (Foto: Agência Brasil)

Pepe Vargas (Foto: Agência Brasil)

O novo ministro da articulação política, Pepe Vargas, vai iniciar amanhã uma maratona de reuniões com líderes partidários.

Quer ouvir as primeiras colocações das bancadas e acertar os ponteiros para a largada do ano legislativo.

Autor: Tags:

Eleições | 09:00

Alckmin ainda custa para encontrar uma alternativa para 2016

Compartilhe: Twitter
Alckmin e Haddad

Alckmin e Haddad

O governador paulista Geraldo Alckmin pretende manter firme o controle sobre o processo eleitoral de 2016, mas até agora não conseguiu encontrar um nome a ser trabalhado para a disputa com o prefeito petista Fernando Haddad.

O que se sabe é que Alckmin quer um candidato para chamar de seu. Gostaria de encontrar alguém dentro do seu grupo político, empurrando para a margem alternativas como Aloysio Nunes e Andrea Matarazzo.

Meses atrás, Alckmin ensaiou bancar o nome de Saulo de Castro, mas desanimou no meio do caminho. Agora, ele o tem na fila para a sucessão estadual de 2018. Diante do desempenho em disputas anteriores, a alternativa Bruno Covas também custa a empolgar o governador. Mario Covas Neto também apresentou o nome.

Um nome que passou a circular com mais frequência nas conversas do Palácio dos Bandeirantes é o do chefe da Casa Civil, Edson Aparecido. Mas ate agora, dizem interlocutores, nada de o governador bater o martelo.

Autor: Tags: , , ,

Política | 06:00

‘Operação Marta’ passou pelo crivo de Geraldo Alckmin

Compartilhe: Twitter
O governador Geraldo Alckmin e a senadora Marta Suplicy (Foto: Elisabete Alves/Divulgação)

O governador Geraldo Alckmin e a senadora Marta Suplicy (Foto: Elisabete Alves/Divulgação)

A operação para filiar a ex-ministra Marta Suplicy a um dos partidos que integram o bloco formado por SDD, PSB, PPS e PV foi submetida há algumas semanas ao crivo do governador Geraldo Alckmin. Em uma das conversas que teve sobre o assunto, Alckmin indicou que, dependendo dos termos da negociação, não vai impor resistência à filiação da petista.

A avaliação do time alckmista é que, embora Marta seja adversária antiga do tucano, uma candidatura ajudaria a enfraquecer de maneira significativa o prefeito Fernando Haddad. Abrindo, assim, espaço para um nome alinhado a Alckmin se cacifar na corrida municipal.

E, naturalmente, espera-se que Marta não crie nenhum tipo de problema para uma candidatura presidencial do tucano em 2018.

Leia também: PT evita vitimizar Marta, mas já ensaia resposta

 

 

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 Partidos | 16:02

Luiz Moura parece dar ‘paz’ ao PT

Compartilhe: Twitter
Luiz Moura (Foto: Divulgação)

Luiz Moura (Foto: Divulgação)

O PT diz que o caso do deputado estadual Luiz Moura (SP), expulso por suspeita de manter vínculos com o Primeiro Comando da Capital (PCC), está mesmo encerrado.

Embora Moura tenha prometido recorrer a todas as instâncias do partido sobre a decisão de removê-lo dos quadros petistas, o comando partidário diz que nada foi apresentado até agora.

 

 

Autor: Tags: , , ,

Política | 12:12

PT evita ‘vitimizar’ Marta Suplicy, mas já ensaia resposta

Compartilhe: Twitter

A direção do PT está aguardando coordenadas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para definir como vai reagir à polêmica entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo pela ex-ministra Marta Suplicy. Uma coisa é praticamente certa, afirmam dirigentes da legenda: Lula não deve entrar pessoalmente nas conversas diretas com a ex-prefeita paulistana.

Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

Marta Suplicy (Foto: Agência Senado)

A expectativa é de que a tarefa de responder aos ataques de Marta fique a cargo do presidente nacional do partido, Rui Falcão, com quem Marta, aliás, já teve uma relação para lá de próxima no passado.

Na entrevista à jornalista Eliane Catanhêde, Marta disse que Falcão “traiu” o PT e o projeto do partido. Também descreveu Aloizio Mercadante como “inimigo” e disse que Lula “decepava” a presidente Dilma Rousseff em críticas sobre o rumo do governo.

Uma preocupação dos petistas, neste momento, é não “vitimizar” Marta, diante das negociações para que a ex-prefeita deixe o partido e se lance candidata nas eleições municipais de 2016 por outra legenda. De acordo com um líder petista, a tese de expulsão, por exemplo, nem deve chegar perto do rol de alternativas. “É tudo o que ela quer”, comenta.

Por enquanto, o plano é manter o discurso de que Marta teve todas as oportunidades nos anos em que militou no PT e agora age em causa própria. Mas, ao menos no entendimento de parte da direção partidária, não dá mais para deixar a ex-ministra sem resposta.

Leia também: Juca Ferreira evita polêmica com Marta Suplicy

 

Autor: Tags: , ,

Governo | 09:00

Trocas estratégicas no MEC passarão todas pelo crivo de Dilma

Compartilhe: Twitter

O novo ministro da Educação, Cid Gomes, já decidiu que fará somente substituições que forem de fato necessárias no secretariado e em cargos estratégicos da pasta. E todas as trocas relevantes serão submetidas ao crivo da presidente Dilma Rousseff.

Cid – que tem dito que seguirá à risca as ordens de Dilma e já anunciou a permanência do secretário-executivo, Luiz Claudio Costa -já  terá que fazer algumas mudanças importantes, por conta da saída espontânea de alguns quadros do MEC.

Autor: Tags: , , ,

Política | 06:00

‘Vamos fazer muito barulho’, avisa Paulinho da Força

Compartilhe: Twitter
Paulinho: de saída da Força Sindical

Paulinho da Força Sindical

O deputado Paulo Pereira da Silva (SDD-SP), o Paulinho da Força Sindical, promete retornar do recesso parlamentar envolvido até o pescoço em preparativos de manifestações. Segundo ele, o fato de o governo ter tomado as primeiras medidas do pacote fiscal justamente na virada do ano dificultaram a mobilização das centrais, mas haverá uma resposta mais adiante.

“A partir deste mês, vamos começar a reunir as centrais e discutir uma estratégia. Vamos fazer muito barulho”, diz o sindicalista.

 

Autor: Tags: , ,

sábado, 10 de janeiro de 2015 Governo | 08:00

Ex-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano deve ir para a Saúde

Compartilhe: Twitter

O ex-presidente da Anvisa Dirceu Barbano está com tudo engatilhado para ocupar uma posição de destaque no Ministério da Saúde.

Ele deve ocupar uma secretaria na pasta.

Autor: Tags:

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 Diplomacia | 16:45

Escolas francesas no exterior redobram a vigilância após ataque terrorista

Compartilhe: Twitter

Escolas francesas no exterior foram orientadas a redobrar a vigilância depois do atentado ocorrido na França nesta semana. Após o ato terrorista, a Embaixada francesa realizou uma reunião para reforçar as orientações a serem seguidas nas instituições sediadas no Brasil.

A ordem é para que seja dada atenção aos procedimentos de segurança para entrada e saída de pessoas nas escolas, assim como ao monitoramento cuidadoso de veículos que circulam no entorno dos prédios. No Brasil, há escolas francesas sediadas em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

“Uma das missões da Escola Francesa é de transmitir valores fundamentais de liberdade, igualdade, fraternidade e laicidade. Durante sua escolaridade, nossos alunos aprendem a recusar a intolerância, o ódio, o racismo e a violência de todas as formas e recebem uma educação sobre os temas de liberdade de consciência e de expressão”, diz o comunicado veiculado pelo Lycée François Mitterand, em Brasília.

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 10
  3. 20
  4. 28
  5. 29
  6. 30
  7. 31
  8. 32
  9. 40
  10. 50
  11. 60
  12. Última