Publicidade

Arquivo do Autor

quinta-feira, 19 de novembro de 2015 Governo | 15:47

Berzoini chama petistas para reforçar articulação

Compartilhe: Twitter
Deputada Federal Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

Iriny Lopes (PT-ES). Foto: Agência Câmara

Após ter conseguido recuperar minimamente a base no Congresso, o que garantiu ao governo vitórias apertadas e ainda consideradas frágeis, o ministro de Governo, Ricardo Berzoini, deverá consolidar nos próximos dias um grupo de articuladores para intensificar as conversas com deputados e senadores.

O tamanho do grupo ainda não está decidido. A ideia inicial era de que pelo menos quatro a cinco pessoas, consideradas hábeis na costura política, integrassem a articulação.

Dois petista já foram convidados a tarefa e devem ser nomeados nos próximos dias: a ex-ministra de Mulheres e ex-deputada federal, Iriny Lopes (ES), e o ex-deputado federal, Geraldo Magela (DF).

 

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 6 de novembro de 2015 Congresso | 14:29

Servidores da Câmara preparam ato contra gestão Cunha

Compartilhe: Twitter
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e sua mulher, Cláudia Cruz. (foto: Luciana Lima)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e sua mulher, Cláudia Cruz. (foto: Luciana Lima)

Revoltados com o tratamento recebido ao chegarem ao trabalho nesta sexta-feira (6), funcionários da Câmara dos Deputados já preparam um ato contra as medidas ordenadas pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para a próxima terça-feira (10).

A manifestação está marcada para as 10 horas no Espaço do Servidor, ao lado da Biblioteca da Câmara.

Além disso, para mostrar a inviabilidade de ter que passar por revista para se chegar ao trabalho, os servidores combinaram que entrarem todos pela Chapelaria, acesso principal da Câmara, por onde chega a maior parte dos deputados, inclusive o presidente, que tem sua vaga de garagem privativa no local.

Nesta sexta-feira, funcionários tiveram que passar por detectores de metal e raio X para entrarem na Câmara. A medida, tomada pela Direção da Câmara, ocorreu depois que um manifestante atirou sobre Cunha uma “chuva de dólares” com sua foto impressa nas cédulas.

Cunha é acusado pelo Ministério Público Federal de manter contas na Suíça pelas quais teriam passado dinheiro proveniente de propina do esquema investigado pela Operação Lava Jato. Informações prestadas pelo Ministério Público da Suíça apontam sua mulher, a jornalista Cláudia Cordeiro Cruz, como titular de contas que o beneficiam e que teriam recebido recursos ilegais.

 

Autor: Tags: , ,

Economia, Governo | 08:57

Príncipe herdeiro da Noruega demonstra disposição em investir no Brasil

Compartilhe: Twitter

Apesar dos recentes rebaixamentos da nota do Brasil e da Petrobras por agências de rating internacionais, o príncipe herdeiro da Noruega, Haakon Magno, desembarca no Brasil no próximo dia 16 com disposição de ampliar os negócios. Em Brasília, tem encontro marcado com o vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

Temer estará em exercício como presidente da República, devido a viagem da presidente Dilma Rousseff à Turquia, para participar da reunião da Cúpula do G-20. O vice, no entanto, já prepara uma conversa e uma declaração conjunta na qual o príncipe deve enfatizar que a Noruega quer investir no país nas áreas de petróleo e gás, além de firmar acordos de cooperação na área ambiental.

Estão previstos ainda, a assinatura de um acordo marítimo, um encontro com alunos brasileiros do programa Ciência Sem Fronteira, na Embaixada da Noruega, além de mesas redondas com empresários dos dois países a serem realizadas na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília.

No Rio de Janeiro, o príncipe será recebido pelo governador, Luiz Fernando Pezão e pelo prefeito da capital, Eduardo Paes. Ele também repetirá o encontro com empresários e visitará o estaleiro Vord, em Niterói. Haakon Magno pretende ainda inaugurar uma fábrica de tintas para o setor Naval no município de Itaboraí, que deverá empregar cerca de 100 pessoas.

O príncipe encerrará sua agenda por Belém, onde será recebido pelo governador do Pará, Simão Jatene, e verificar todo sistema de monitoramento da Floresta Amazônica desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

 

 

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 5 de novembro de 2015 Governo | 17:56

Dilma recebe príncipe e princesa do Japão em visita de cortesia

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff receberá nesta sexta-feira (6), no Palácio do Planalto, o príncipe e a princesa Akishino, do Japão, para uma visita de cortesia.

Ele é filho do imperador do Japão, Akihito. Depois do encontro com a presidente, marcado para 11h, o casal será recebido pelo ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, para um almoço no Itamaraty.

A visita ocorre devido as comemorações dos 12o anos de relações de amizade entre o Brasil e o Japão, comemorados nesta quinta-feira.

Autor: Tags: ,

Governo | 16:11

Pela primeira vez, militar passa a ocupar cargo executivo no Ministério da Defesa

Compartilhe: Twitter

Pela primeira vez, desde a criação do Ministério da Defesa, um general militar foi nomeado para comandar a Secretaria Geral do Ministério da Defesa, cargo de confiança do ministro Aldo Rebelo. O novo secretário-geral da pasta é o general Joaquim Silva e Luna.

O Ministério da Defesa foi criado em 1999 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, com o objetivo de articular políticas de defesa e submeter as três forças militares a um comando Civil.

Com a nomeação de Lula para o cargo, a presidente Dilma Rousseff acaba fazendo um afago à setores da tropa que não ficaram satisfeitos com a saída do general José Elito, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão que perdeu o status de ministério na reforma feita pela presidente há mais de um mês.

Autor: Tags: , , ,

Brasil, Governo, Partidos | 11:05

Ordem no Planalto é monitorar, sem alarde, protestos de caminhoneiros

Compartilhe: Twitter

A preocupação com uma possível aproximação entre caminhoneiros em greve e os movimentos que pedem o impeachment da presidente Dilma Rousseff exite, no entanto, as primeiras conversas de representantes de sindicatos que representam as categorias apontaram uma resistência dos líderes em aceitar uma “contaminação” do movimento pela pauta pró-impeachment.

Nesta semana, este foi um sinal considerado positivo pelo governo.

Diante disso, a ordem no Planalto é observar atentamente os protestos, convocados para a próxima segunda-feira (9), pelo Comando Nacional do Transporte, que se declara independente de sindicatos e flertam com o Movimento Brasil Livre, o Vem Pra Rua e o Revoltados Online.

Os caminhoneiros querem a redução no preço do diesel, subsídio de crédito, além da anulação de multas referentes à paralisação feita em fevereiro deste ano.

Dilma escalou seus principais auxiliares para tratar do assunto, entre eles, os ministro de Governo, Ricardo Berzoini,^e do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto.

 

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 Partidos | 17:00

PSDB culpa o “sistema eleitoral” por não conseguir identificar fraude contra Dilma

Compartilhe: Twitter
Líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio

Líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio

O PSDB, legenda que questionou o resultado das eleições no ano passado, convocou uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (4) para informar que não conseguiu constatar fraudes no pleito que deu a vitória à presidente Dilma Rousseff no ano passado. O líder do partido na Câmara, Carlos Sampaio (SP), portador da notícia, recorreu a malabarismos de retórica para explicar que não deu para contestar o resultado, apesar dos esforços do partido.

“Foi muito importante porque ficou muito claro para todos nós que de fato não é possível dizer se o sistema foi ou não fraudado”, disse o deputado, que foi assessor jurídico da campanha de Aécio Neves. “Nós não temos elementos para afirmar que não houve fraude”.

O documento divulgado pela legenda, informa que “se não foi possível concluir que houve fraude nas eleições, isso não decorreu do reconhecimento de que o sistema eleitoral brasileiro é inviolável”.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 3 de novembro de 2015 Congresso | 18:23

PRB tenta convencer Pinato a não aceitar relatoria de processo de Cunha

Compartilhe: Twitter

Tão logo o nome do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) foi sorteado entre os três possíveis relatores do processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente do PRB, Marcos Pereira, pegou um voo de São Paulo para Brasília.

No PRB, legenda ligada à Igreja Universal e base de Cunha, a avaliação é de que Pinato deveria se abster de aceitar a relatoria, caso seja o nome escolhido pelo presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA).

Pinato, no entanto, já avisou ao partido que, se for o nome escolhido, aceitará a tarefa e sinalizou que é a favor a admissibilidade da investigação contra Cunha. O nome deverá ser anunciado pelo presidente do Conselho ainda nesta semana.

Após a definição do relator, o Conselho abre 10 dias de prazo para que se apresente um relatório sobre a admissibilidade da representação que foi apresentada pelo PSOL, pela Rede e e assinada por deputados de outros partidos.

O parecer terá que ser votado pelo Conselho de Ética e se for admitido, dá-se inicio ao processo, abrindo prazo de defesa prévia e apresentação de testemunhas, tanto da defesa, quanto da acusação. Ao todo, o Conselho de Ética tem 90 dias para julgar o caso.

 

Autor: Tags: , , ,

Política | 15:16

No Rio, Lindbergh apontará violência do Estado em reunião da CPI sobre assassinato de jovens

Compartilhe: Twitter
Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

Lindbergh Farias (Foto: José Cruz/ABr)

O senador Lindbergh Farias, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, que investiga o assassinato de jovens no país, focará na violência policial, na reunião da comissão marcada para a próxima sexta-feira (6), no Auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Rio de Janeiro (OAB-RJ), no Centro da capital fluminense.

Estão convidados para a reunião especialistas em segurança pública dos mais críticos à política implementada no Estado.

Devem falar na reunião representantes da Anistia Internacional, Via Rio, Observatório de Favelas e Grupo Mães de Acari.

Estarão presentes também o sociólogo Michel Misse, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Ignacio Cano, do Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); o delegado Orlando Zaccone; Robert Mugah, especializado em segurança e desenvolvimento e diretor de pesquisas do Instituto Igarapé.

Além deles, foram convidados representantes da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Juizado da Criança e do Adolescente, Polícia Militar e Polícia Civil e Defensoria Pública e o coronel Íbis Silva Pereira, que já foi comandante da PM do Rio no ano passado.

A CPI, presidida pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), analisa números do relatório da Anistia Internacional, divulgado em agosto deste ano, que aponta mais de 56 mil vítimas de homicídios em 2012 no Brasil. Dessas, cerca de 30 mil eram jovens de 14 e 29 anos e 77% de negros. O Estado do Rio de Janeiro aparece em 11º lugar no ranking nacional, com 323 jovens mortos, uma taxa de 62,5 mortes para cada 100 mil adolescentes. esses números não incluem os “desaparecimentos”.

“E a própria abordagem policial é racista. Temos a polícia que mais mata e também a que mais morre; não pode ser assim.  Aproximadamente seis pessoas são mortas diariamente pelas polícias, e cerca de 490 policiais foram assassinados no país, apenas em 2013”,apontou o senador

 

Autor: Tags: ,

Governo | 12:55

Dilma escala Berzoini para tratar de crise dos caminhoneiros

Compartilhe: Twitter
O ministro do Governo, Ricardo Berzoini.

O ministro do Governo, Ricardo Berzoini.

A reunião com os líderes da Câmara, nesta segunda-feira (3), foi rápida e tratou somente da pauta de votações. O ministro de Governo, Ricardo Berzoini, abriu a reunião e, depois, deixou a condução da conversa nas mãos do líder do governo na Câmara, José Guimarães.

Berzoini precisou deixar o encontro para uma conversa mais indigesta e reservada com a presidente Dilma Rousseff e outros ministros do Planalto. A presidente está preocupada com os protestos realizados pelos caminhoneiros, que ameaçam parar o país.

Também é grande a preocupação de Dilma com a aproximação dos caminhoneiros com os movimentos que pedem o seu impeachment, como o Revoltados Online e o Movimento Brasil Livre (MBL).

Estes movimentos se aproximaram do protesto dos caminhoneiros, que preparam uma nova paralisação das rodovias, como a que ocorreu no início deste ano.  Desta vez, o bloqueio planejado para este mês de novembro pediria a renúncia de Dilma.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última