Publicidade

Arquivo do Autor

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 Congresso | 08:30

Delgado quer PSB em sua campanha pela Câmara

Compartilhe: Twitter

Em campanha para a Presidência da Câmara, o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) quer que seu partido assuma sua candidatura tão logo acabe o segundo turno. Para ele, a decisão poderá ser favorecida pelo clima de tensão nas disputas do PSB contra o PMDB (em Uberaba) e o PT (em Campinas).

Presidente do PSB, Eduardo Campos, governador de Pernambuco, estaria irritado com o PMDB. Campos não teria gostado de ser chamado de “inimigo do Rio” pelo candidato do PMDB à prefeitura de Duque de Caxias, Washington Reis, na presença do governador do Rio, Sérgio Cabral, do vice, Luiz Fernando Pezão e do prefeito carioca, Eduardo Paes.

O governador é um dos líderes da campanha que quer redistribuir os royalties do petróleo destinados ao Estado do Rio.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 19 de outubro de 2012 Brasil | 08:00

Casas para os expulsos do Pinheirinho

Compartilhe: Twitter

O Planalto prepara um plano para atender cerca de 1,7 mil famílias expulsas da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos, no início desse ano. Três terrenos já foram escolhidos pelos moradores para receber as casas e os apartamentos a serem construídos por meio da modalidade do programa Minha Casa Minha Vida destinada a atender entidades sociais.
A violenta desocupação de Pinheirinho foi tema recorrente na campanha eleitoral em São José dos Campos, que terminou com a eleição do petista Carlinhos Almeida.
Os imóveis terão o preço máximo de R$ 70 mil e o empreendimento terá um custo total de aproximadamente R$ 120 milhões. A construção vai demorar, no mínimo, dois anos. “É como construir uma cidade”, diz Márcia Kumer, da Secretaria Nacional de Articulação Social, órgão ligado à Secretaria Geral da Presidência da República.
A aprovação do projeto junto à Caixa Econômica Federal depende de uma flexibilização, pela Prefeitura de São José dos Campos, do Plano Diretor da cidade e libere a construção de prédios no local escolhido.

Autor: Tags:

quinta-feira, 18 de outubro de 2012 Governo | 17:00

Gleisi fica

Compartilhe: Twitter

A tão comentada saída da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, é assunto ainda incipiente para o Palácio do Planalto. Na avaliação do governo, o tom discreto de Gleisi combina com o perfil exigido pela presidenta Dilma Rousseff para o cargo.
Gleisi é o nome natural do PT para a disputa ao governo do Paraná, em 2014. Para o governo, interessados em herdar o cargo da ministra é que espalham seu suposto interesse de retornar ao Senado para, assim, sair da invisibilidade e preparar sua candidatura.   
As possíveis trocas de ministros só devem ser discutidas após o segundo turno das eleições. A exemplo do que ocorreu no início desse ano, essas trocas devem ser pontuais, sem representar mudança de rumo no governo. O Planalto vai esperar também a definição da sucessão nas mesas da Câmara e no Senado para poder acomodar aliados.

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 30
  3. 40
  4. 50
  5. 56
  6. 57
  7. 58
  8. 59
  9. 60
  10. Última