Publicidade

Arquivo do Autor

sábado, 1 de fevereiro de 2014 Sem categoria | 07:00

Reforma ministerial deixa Esplanada mais masculina

Compartilhe: Twitter
Gleisi Hoffmann deixa ministério rumo a disputa eleitoral no Paraná (Foto: Felipe Bryan Sampaio/ iG)

Gleisi Hoffmann deixa ministério rumo a disputa eleitoral no Paraná (Foto: Felipe Bryan Sampaio/ iG)

O começo da reforma ministerial mostra que em seu último ano de mandato a presidente Dilma Rousseff (PT) deve deixar o primeiro escalão mais masculino.

Leia também: Pressão do PT contribuiu para saída de Helena Chagas do governo

Dos atuais 39 ministérios, 10 são chefiados por mulheres, número que na segunda-feira cairá para oito, justamente no núcleo mais próximo da Presidência, com as saídas de Gleisi Hoffmann da Casa Civil e Helena Chagas da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Ambas substituídas por homens.

Por enquanto, permanecem Maria do Rosário Nunes (Secretaria de Direitos Humanos), Luiza Helena de Bairros (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), Eleonora Menicucci (Secretaria de Políticas para as Mulheres), Ideli Salvatti (Secretaria de Relações Institucionais), Izabella Teixeira (Ministério do Meio Ambiente), Miriam Belchior (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão), Tereza Campello (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome) e Marta Suplicy (Ministério da Cultura).

Ainda não há certeza sobre o futuro de Ideli, que poderia também ser substituída nas Relações Institucionais, o que significaria mais um desfalque no time feminino da Esplanada dos Ministério. Por hora, as mulheres perderam 20% da representatividade no primeiro escalão de Dilma.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014 Congresso | 15:06

PSD fez levantamento de emendas não executadas pelo governo

Compartilhe: Twitter
Eduardo Sciarra (divulgação)

Eduardo Sciarra (divulgação)

O levantamento feito pela bancada do PSD na Câmara dos Deputados aponta três ministérios como os campeões de retenção de verbas destinadas a emendas do partido.

Leia mais: PSD diz não ter pretensão de aumentar espaço no governo imediatamente

Segundo o líder do partido na Casa, Eduardo Sciarra (PR), estão nos ministérios das Cidades, Saúde e Turismo a maior parte dos valores empenhados, mas não executados.

“Essa situação tem gerado um descontentamento muito grande na nossa bancada”, diz Sciarra.

Autor: Tags: , ,

Eleições | 11:00

Três nomes do PMDB disputam vice na chapa do PT no Mato Grosso

Compartilhe: Twitter

Três nomes do PMDB são cogitados para vice na chapa do PT para a disputa eleitoral do Mato Grosso.

Leia também: PROS articula para evitar entrada de Maggi no páreo no Mato Grosso

Rogério Ferrarin, empresário do setor do soja; Juarez Costa, prefeito de Sinop; e Teté Bezerra, deputada estadual e esposa do presidente do PMDB local, Carlos Bezerra.

Autor: Tags: , , , , , ,

Governo | 10:00

Ministério da Saúde encerra contrato com ONG fundada por pai de Padilha

Compartilhe: Twitter
Alexandre Padilha (Foto: Vanessa Carvalho/AE)

Alexandre Padilha (Foto: Vanessa Carvalho/AE)

O Diário Oficial desta sexta-feira já trouxe o despacho em que o Ministério da Saúde cancela o convênio com a ONG Koinonia Presença Ecumênica e Serviço, fundada pelo pai do ministro e pré-candidato ao governo paulista, Alexandre Padilha.

Esta foi a última canetada de Padilha no comando do Ministério da Saúde. Ele deixa a pasta na segunda-feira para se dedicar integralmente à campanha estadual em São Paulo.

Autor: Tags: , , , ,

Eleições | 08:00

PTB paulista promoverá eventos de apoio a Dilma no interior

Compartilhe: Twitter
Aécio Neves (Foto: AE)

Aécio Neves (Foto: AE)

Aécio Neves (PSDB-MG) não poderá contar com um dos principais parceiros do correligionário Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo.

Leia também: Aécio marca mais um encontro em SP, desta vez com prefeitos

O PTB, que fechou seu apoio no âmbito nacional com a presidente Dilma Rousseff (PT), já fala em realizar 10 grandes atos de apoio à petista no interior paulista ao longo do ano.

Os encontros ocorrerão sobretudo em regiões com cidades administradas por prefeitos trabalhistas.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 Estados | 18:52

Partidos tentam acordo para proposta que proíbe mascarados em manifestações

Compartilhe: Twitter
Campos Machado (divulgação)

Campos Machado (divulgação)

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo não deverá colocar obstáculos à articulação do deputado estadual Campos Machado (PTB) para aprovação do projeto que proíbe o uso de máscaras em manifestações.

Leia também: Dilma faz reuniões quinzenais para discutir protestos e problemas da Copa

Na volta do recesso parlamentar, Campos tentará selar um acordo com os líderes das bancadas para que a proposta seja de autoria conjunta. Ele acredita que as recentes ocorrências nas manifestações ocorridas durante o aniversário de São Paulo poderão estimular os colegas nessa direção.

O líder do PT na Casa, Luiz Cláudio Marcolino, diz que o partido participa do debate desde que o texto não viole o “livre direito a manifestação”. Ele afirma, entretanto, que a Constituição Federal já proíbe o uso de máscaras.

No inciso IV do artigo 5º da Constituição Federal fica especificado que “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”.

Autor: Tags: , , , , ,

Governo | 14:45

PTB aguarda chamado de Dilma, mas sinaliza satisfação com Portos

Compartilhe: Twitter

Enquanto aguarda o chamado da presidente Dilma Rousseff (PT), o senador Gim Argello (PTB-DF) evita polêmicas ao falar da possibilidade de seu partido ficar com a Secretaria dos Portos na reforma ministerial.

Gim faz campanha para que o presidente em exercício do PTB, Benito Gama, assuma o Ministério da Integração, pasta disputadíssima entre os partidos quando o tema é a dança de cadeiras na Esplanada.

Entretanto, Gim sinaliza a aliados que a possibilidade de ficar com a secretaria dos portos não seria um problema.

Autor: Tags: , , ,

Brasil | 11:00

Felipão fará rápida passagem por Brasília para aula magna

Compartilhe: Twitter
Luiz Felipe Scolari (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Luiz Felipe Scolari (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

O técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, confirmou presença para ministrar a aula de abertura do ano letivo de uma instituição de ensino superior de Brasília.

Leia também: Fifa não gostou da comunicação do governo para a Copa

A aula magna com Felipão está marcada para o dia 7 de fevereiro. O técnico fará uma palestra cujo tema é “Copa do Mundo no Brasil: preparação para grandes eventos e para a vida”.

Autor: Tags: , ,

Congresso | 08:00

Relator espera votação do Marco Civil da Internet na volta do recesso

Compartilhe: Twitter
O deputado Alessandro Molon (Foto: Divulgação)

O deputado Alessandro Molon (Foto: Divulgação)

O deputado Alessandro Molon (PT-RJ) está com o otimismo renovado para a volta do recesso parlamentar e início dos trabalhos em 2014 na Câmara dos Deputados no que diz respeito à votação do Marco Civil da Internet.

Ele lembra que ao longo do mês de dezembro, azeitou detalhes com os colegas da Casa e atendeu a algumas modificações ao longo das 15 reuniões que fez com 15 diferentes bancadas.

“São mudanças pontuais, para atender algumas demandas das bancadas. Nada que vá mudar a essência do projeto. Os três principais eixos do texto, neutralidade da rede, privacidade do usuário e a liberdade de expressão do internauta, continuam”, resumiu o petista.

Relator do Marco Civil da Internet na Câmara, Molon tem tentado colocar o texto para votação sem sucesso. O marco está com urgência constitucional e desde o dia 28 de outubro tranca a pauta da Casa. “Acho que será um dos primeiros itens a ser apreciados”, diz Molon.

O PMDB, contrário ao texto atual, deve dificultar a votação.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 Eleições | 19:00

PROS articula para evitar entrada de Maggi no páreo no Mato Grosso

Compartilhe: Twitter
Blairo Maggi - Marcello Casal Jr. ABr

Blairo Maggi – Marcello Casal Jr. ABr

O presidente do PROS do Mato Grosso, deputado Valtenir Pereira, esteve ontem com o presidente do PR no estado, deputado Wellington Fagundes.

Leia também: No Mato Grosso, aliados testarão nomes petistas em pesquisa

Pereira estava acompanhado do petista Lúdio Cabral, pré-candidato do PT ao governo do Mato Grosso, que disputa com o correligionário Julier Sebastião da Silva a indicação do partido para a corrida estadual.

O objetivo do encontro é buscar acordo para que Fagundes dispute a vaga ao Senado na chapa de Cabral. Além disso, o tema Blairo Maggi também foi pauta da conversa. Isso porque, esse arranjo que o PROS tanto deseja, depende da decisão do senador sobre disputar ou não o governo local.

Maggi tem sido assediado pelo Planalto, que deseja vê-lo no páreo ao governo do Mato Grosso. O ex-presidente Lula é entusiasta da ideia.

O PROS está convencido de que Maggi, que terá um encontro nos próximos dias com a presidente Dilma Rousseff (PT), declinará da empreitada. A esperança do PROS local é que, como o senador não está em fim de mandato, sua cadeira só entrará em disputa em 2018, não correria o risco de ficar sem mandato mesmo sem disputar a eleição deste ano.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 20
  4. 28
  5. 29
  6. 30
  7. 31
  8. 32
  9. 40
  10. 50
  11. 60
  12. Última