Publicidade

Arquivo do Autor

terça-feira, 28 de abril de 2015 Congresso | 17:00

Relator da Reforma Política escancara diferenças entre PT e PMDB sobre o tema

Compartilhe: Twitter

Apesar de manifestar otimismo quanto à chance de votação de uma reforma política, o relator do projeto na comissão especial, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), escancarou o quanto o consenso ainda está longe.

Após palestra do líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), que falou em nome do presidente do partido, Rui Falcão, Castro fez uma comparação com o que havia dito pela manhã o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB).

“É só inverter os sinais”, disse em tom jocoso. “Pegar o que o Michel (Temer) disse, o contrário foi o que o Sibá disse aqui”, afirmou o relator.

Após mostrar as contradições entre o que defende PT e PMDB, Castro defendeu a tese de que talvez não seja possível fazer a reforma no Congresso, mas sim numa Constituinte exclusiva. “Se não fizermos agora não temos chance de fazer nunca”, disse Castro.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 16 de abril de 2015 Política | 15:09

Para Erundina, Marta será alternativa contra polarização em São Paulo

Compartilhe: Twitter

A ex-prefeita de São Paulo, Luiza Erundina (PSB), avalia que a entrada de Marta Suplicy (PT) na disputa municipal em São Paulo terá a mesma lógica da participação de Eduardo Campos na disputa presidencial em 2014: quebrar a polarização entre PT e PSDB.

Erundina diz não ter conversado com Marta a respeito da corrida municipal ainda, mas elogiou a ex-prefeita de São Paulo e destacou a importância dela na disputa do próximo ano.

Marta deverá anunciar nos próximos dias sua saída do PT e filiação ao PSB.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 14 de abril de 2015 Congresso | 16:59

Deputados do PSD torcem o nariz para coleta de assinaturas do PL

Compartilhe: Twitter
O ex-prefeito Gilberto Kassab (Agência Brasil)

O ex-prefeito Gilberto Kassab (Agência Brasil)

Deputados do PSD reclamaram nas últimas semanas por terem sido escalados para para ajudar na coleta de assinaturas do PL nos estados. Dizem que os pedidos para que levem as fichas de filiação para seus respectivos estados aos fins de semana têm sido feitos em nome do ministro Gilberto Kassab.

Mas quem é próximo do ex-prefeito paulistano garante que ele nem sonha em meter os deputados na empreitada. Diz que a coleta de assinaturas vai muito bem, obrigado, e que Kassab está mesmo é cuidando do ministério.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 9 de abril de 2015 Congresso | 11:55

Deputados solicitam a guarda de “ratos da CPI da Petrobras”

Compartilhe: Twitter

Os deputados Laudivio Alvarenga (PMDB-MG) e Ricardo Izar (PSD-SP) solicitaram à Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados a guarda dos cinco ratos soltos por um manifestante durante a sessão em que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, falou à CPI da Petrobras.

Na verdade, foram dois hamsters, dois ratinhos cinzas e um esquilo-da-mongólia. Os cinco animais estão em poder da Polícia Legislativa e são mantidos dentro de uma caixa, até que o relatório do ocorrido seja concluído.

Izar afirmou que pretende levar os animais ao veterinário, mas que eles não deverão ser soltos de volta a natureza. Ele deverá ficar com os animais.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 7 de abril de 2015 Brasil | 09:00

Presidente do Ibama será ouvido em audiência sobre atropelamento de animais

Compartilhe: Twitter

O presidente do Ibama, Volney Zanardi Júnior, deverá ser ouvido nesta quinta-feira em audiência pública na Câmara dos Deputados que discutirá medidas para diminuir o número de atropelamento de animais silvestres em rodovias brasileiras.

Estima-se que mais de 475 milhões de animais morram anualmente vítimas de atropelamentos em rodovias no país.

O debate será realizado na Comissão de Meio Ambiente da Casa e terá a presença também da coordenadora do Núcleo Técnico de Gestão da Secretaria Municipal de Segurança Urbana de São Paulo, Angela Maria Branco, e do gerente de do núcleo de meio ambiente da ANTT, Janice Cabus, entre outros.

As maiores vítimas de atropelamentos em estradas brasileiras são sapos, aves de pequeno porte, cobras, onças, lobos-guará, capivaras, antas tamanduás e macacos.

Autor: Tags: , , ,

sábado, 28 de fevereiro de 2015 Congresso | 08:00

Deputados aguardam divulgação da lista de Janot para ‘esclarecer’ doações

Compartilhe: Twitter
Procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Foto: divulgação

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Foto: divulgação

O adiamento na divulgação da lista de indiciados da Operação Lava Jato, que será encaminhada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal, anda gerando reclamações no Plenário da Câmara.

É que parlamentares que juram não ter nada a ver com o esquema de propinas da Petrobras dizem que o suspense tem prejudicado a imagem deles.

Eles alegam que seus nomes estão sendo associados ao escândalo somente por terem recebido doações de empresas citadas na operação da Polícia Federal.

Leia também: Janot pedirá suspensão de sigilo sobre inquérito da Lava Jato

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 Congresso | 11:00

Processo de cassação de Argôlo será retomado caso baiano tome posse

Compartilhe: Twitter
Deputado Federal Luiz Argôlo (SDD-BA) responde a processo no Conselho de Ética. (Foto: Agência Câmara)

Deputado Federal Luiz Argôlo (SDD-BA) responde a processo no Conselho de Ética. (Foto: Agência Câmara)

Luiz Argôlo (SDD-BA) é um dos raros casos de suplente que não quer virar titular. Primeiro suplente da coligação que reuniu DEM, PMDB, PSDB, PTN, SDD, PROS, PRB e PSC na disputa proporcional na Bahia, Argôlo não deverá ter vida fácil caso tenha uma janela para voltar à Câmara dos Deputados.

Isso porque, o processo que corre no Conselho de Ética da Casa e cujo pedido de cassação já foi aprovado no grupo foi sobrestado pelo ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Isso significa que se Argôlo assumir o mandato, o processo volta do ponto onde havia sido interrompido pelo ato do ex-presidente. Como houve um recurso de Argôlo na Comissão de Constituição e Justiça, o processo seria retomado a partir desse ponto.

Acontece que já há parecer do relator do recurso, Valtenir Pereira (PROS-MT), rejeitando o pedido de Argôlo, colocando o processo a um passo de ir para votação no Plenário. Nesse caso, a apreciação do pedido de cassação será feita por voto aberto.

Ou seja, a principal consequência caso Argôlo tome posse será a retomada do seu processo de cassação.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 Estados | 16:59

‘Tem muito tempo até lá’, diz Skaf sobre candidatura em 2016

Compartilhe: Twitter
Paulo Skaf (Foto: Divulgação)

Paulo Skaf (Foto: Divulgação)

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf (PMDB), fez tom de mistério, mas evitou polêmicas ao falar sobre seu plano eleitoral para 2016.

Após almoçar com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), Skaf assegurou que a pauta eleitoral não fez parte do encontro.

Perguntado sobre seus planos, Skaf se esquivou. “Olha, tem tantos problemas para a gente pensar que sinceramente não pensei ainda sobre 2016. Tem muito tempo até lá”, desconversou ele.

Skaf e o correligionário Gabriel Chalita travam uma disputa de bastidores. Skaf deseja ser candidato a prefeito enquanto Chalita planeja ser vice na chapa de Fernando Haddad (PT).

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 Congresso | 17:16

‘O governo tem se esforçado’, diz líder do PMDB na Câmara

Compartilhe: Twitter

Depois de muito tempo de querelas e desentendimentos, parece que governo e PMDB finalmente começam a se entender.

O esforço feito pelo Planalto nos últimos dias para conseguir dialogar com seu principal aliado no Congresso sobre as medidas provisórias para o ajuste fiscal parece ter sensibilizado o PMDB.

Segundo o líder da bancada, o governo mudou a forma de dialogar com a base e tem agora convidado aliados a participar do processo de elaboração das soluções. Picciani reconheceu que o governo tem feito seu esforço.

“O governo tem se  esforçado, tem se aberto ao diálogo. Tem sinalizado, e isso é fundamental, que a coalizão funcione como coalizão, ou seja, que os partidos discutam não só as soluções dos problemas, mas a construções das soluções e das políticas públicas e acho que isso passa a ser compreendido pelo governo, que durante um tempo não compreendeu isso”, disse o líder. “Esperamos que esse seja o procedimento daqui para frente”, acrescentou ele.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 Congresso | 18:39

Izar diz que disputará novo mandato à presidência do Conselho de Ética

Compartilhe: Twitter
O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

O deputado federal Ricardo Izar (PSD-SP). Foto: Agência Câmara

Depois de eleito quarto suplente da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar (PSD-SP) achou que não poderia concorrer a um novo mandato na presidência do Conselho de Ética da Casa.

Entretanto, após consulta a técnicos da Casa, Izar ficou sabendo que não haveria impedimento regimental a uma nova candidatura. Ele chegou a pensar em apoiar o nome de Marcos Rogério (PDT-RO).

A definição ainda depende de acertar os ponteiros no PSD, já que Sérgio Brito (BA) e José Carlos Araújo (BA) pediram ao partido para serem indicados ao posto. Izar deve conversar com Brito nesta terça-feira, mas diz que o correligionário já deu sinalização no sentido de abrir mão em nome do atual presidente do Conselho de Ética.

Segundo o atual presidente do conselho, as primeiras indicações dos partidos para a nova composição do grupo o estimularam. Izar acredita que poderá ter o apoio de PSDB, DEM e PMDB para conseguir um novo mandato.

“Acho que com isso dá para sustentar (nova candidatura)”, aposta Izar. Existe uma grande chance que a eleição para o Conselho de Ética coloque Izar em disputa com Rogério mais uma vez. Os dois, que atualmente têm uma relação cordial, disputaram o mesmo cargo em 2013, ocasião em que Izar acabou vencendo.

Embora conte com o apoio do PMDB, o partido deverá acompanhar o candidato indicado pelo presidente da Câmara e ex-líder na Casa, Eduardo Cunha. O cargo de presidente do Conselho de Ética deve receber ainda mais visibilidade em função dos desdobramentos da Operação Lava Jato sobre parlamentares envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última