Publicidade

Arquivo do Autor

sexta-feira, 17 de abril de 2015 Política | 15:16

Manifestante tirou Gilberto Carvalho do sério

Compartilhe: Twitter
Gilberto Carvalho (foto Antonio Cruz/ABr)

Gilberto Carvalho (foto Antonio Cruz/ABr)

Conhecido pelo temperamento equilibrado adquirido pela militância nas comunidades de base da Igreja Católica, o ex-ministro Gilberto Carvalho saiu do sério há poucos dias no banheiro do Aeroporto de Brasília, quando um manifestante o chamou de corrupto.

Carvalho lembra que não se conteve: “Não vou levar desaforo para casa. Fui pra cima”, contou ontem, em São Paulo, numa conversa com jornalistas antes de participar de um debate do PT. Não chegaram a trocar sopapos porque o interlocutor permitiu que ele explicasse que as acusações não são exatamente como propaga a oposição.

Carvalho acha que o clima de hostilidade aos petistas vem sendo alimentado pelo noticiário contra o PT e contra o governo e revelou que dia destes fez uma provocação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: “Disse ao Lula: se você ficar um mês ouvindo o noticiário, você não vota mais na Dilma”,lembrou. Segundo ele, o ódio contra o PT se tornou natural diante da repetição do noticiário em que os petistas são insistentemente chamados de ladrões.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 24 de março de 2015 Partidos | 09:00

Com apoio de Erundina, novo partido deve se chamar Raiz

Compartilhe: Twitter

Os dissidentes da Rede, de Marina Silva, definiram o nome do novo partido: é Raíz – Movimento Cidadanista e será lançado oficialmente no início de maio em São Paulo.

No mesmo período, segundo os organizadores, a deputada Luiza Erundina (PSB) coordenará um evento do mesmo gênero em Brasília, dando o ponte pé para a coleta de assinaturas. O manifesto do partido, chamado de Carta Cidadanista, será divulgada na sexta-feira pelo historiador Célio Turino.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 6 de março de 2015 Congresso | 18:47

PDT evita se comprometer com pacote fiscal de Dilma

Compartilhe: Twitter

O PDT vem repassando nos bastidores o recado de que não vai se comprometer incondicionalmente com o pacote fiscal da presidente Dilma Rousseff. O partido avisa que pretende, sim, emendar as medidas provisórias que chegarem ao Congresso.

O ministro que representa a sigla na Esplanada, Manoel Dias (Trabalho), já disse, em uma das reuniões semanais que mantém com a bancada, que só soube dos ajustes fiscais uma hora antes de eles serem anunciados. E, dos partidos da base, o PDT foi o único que assinou em bloco o pedido de abertura da CPI.

 

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 18 de setembro de 2014 Brasil | 09:00

Polícia Federal está ‘doente’, diz presidente da Fenapef

Compartilhe: Twitter
O presidente da Fenapef, Jones Leal (Foto: Divulgação)

O presidente da Fenapef, Jones Leal (Foto: Divulgação)

A crise institucional vivida pela Polícia Federal está deixando a instituição “doente”, diz o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Jones Leal.

Citando pesquisas sobre a saúde dos policiais realizadas pela UnB, a pedido de sindicatos da categoria, ele aponta que 30% dos quadros da corporação hoje estão em tratamento com algum tipo de medicamento tarja-preta.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 Política | 10:00

Dirceu ligou para irmão de Ives Gandra para agradecer declarações

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro José Dirceu telefonou para o irmão do jurista Ives Gandra Martins, o maestro e pianista João Carlos Martins, para agradecê-lo pela declaração de que foi condenado sem provas no julgamento do mensalão.

 No telefonema, Dirceu elogiou a coragem de Gandra Martins em “colocar o dedo na ferida”. Gandra, que sempre se colocou ideologicamente como um opositor a Dirceu, fez a afirmação em entrevista à Folha de S. Paulo.

Gandra diz que apenas expôs suas convicções. “Só devo satisfações a Deus e a minha consciência”, diz o jurista. Para ele, a teoria do domínio do fato é um risco ao direito do acusado e uma contradição num sistema baseado no in dubio pro reo, ou seja, na dúvida se decide a favor do réu.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 31 de julho de 2013 Partidos | 09:00

‘Fora Dilma dividiria a sociedade’, diz dirigente do PSTU

Compartilhe: Twitter

Na contramão das teorias da conspiração que ganharam corpo depois das manifestações de junho, o dirigente do PSTU Valério Arcary, que também é historiador, acha que ainda não há motivos para o governo se preocupar com hipóteses golpistas ou grandes abalos. “Uma campanha pelo Fora Dilma dividiria a sociedade”, diz.

Ele prevê para a semana da Independência uma nova onda de protestos igual ou mais intensa que as anteriores.

Com uma representação política de apenas dois vereadores num país de 140 milhões de eleitores, o PSTU apanhou, mas não arredou o pé da linha de frente das manifestações. Nas vezes que bateu em retirada, diz Arcary, foi com organização e disciplina.

Autor: Tags: ,

sexta-feira, 19 de julho de 2013 Justiça | 13:26

Para superintendente da PF, derrota da PEC 37 causa instabilidade jurídica

Compartilhe: Twitter

Indicado pelo Departamento da Polícia Federal para negociar o destino da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 37, o delegado Roberto Troncon, superintendente da PF em São Paulo, acha que a derrota da proposta jogou o sistema de investigação criminal num quadro de instabilidade jurídica.

Segundo Troncon, como a Constituição Federal é clara sobre as atribuições das instituições (polícia investiga, promotor denuncia e o juiz julga), só uma nova emenda poderia dar ao Ministério Público -federal e estadual- a prerrogativa de fazer investigação criminal.

Leia também: PF ataca Ministério Público em busca de exclusividade sobre investigações

Um dos exemplos da instabilidade, de acordo com ele, é a enorme fila de ações questionando no Supremo Tribunal Federal (STF) a inconstitucionalidade dos inquéritos do MP, que vêm sendo tocados de forma autônoma desde 2007 escudados numa norma do Conselho Nacional do Ministério Público.

A outra alternativa, segundo Troncon, seria o STF definir de uma vez por todas o papel das duas instituições no julgamento de uma das mais de 100 ações que tramitam na Corte pedindo anulação dos inquéritos do MP. Uma delas é o polêmico caso envolvendo o assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel.

A prerrogativa sobre investigações criminais é um dos temas mais polêmicos a serem enfrentados este ano pelo STF. Uma decisão contrário às pretensões do MP, por exemplo, colocariam em suspense o destino de milhares de investigações cujos crimes vão da corrupção envolvendo políticos ao desbaratamento de quadrilhas do crime organizado. Nesse último segmento se encontram os dirigentes do Primeiro Comando da Capital (PCC), a organização que comanda os presídios e o tráfico de cocaína em São Paulo.

Leia também: ‘PEC 37 é um horror’, afirma Eliana Calmon

Uma decisão autorizando o MP, além de acirrar o conflito corporativo, também teria efeito no processo judicial porque mexeria no sistema atual, em que o MP, dono da ação penal, é parte no julgamento. Os acusados poderiam alegar cerceamento da ampla defesa a que têm direito.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 8 de maio de 2013 Política | 11:18

PT vê em Ciro potencial ainda maior de ‘fogo amigo’ contra Campos

Compartilhe: Twitter

Alguns petistas enxergam no ex-ministro Ciro Gomes (PSB) um enorme potencial de “fogo amigo” para jogar areia na engrenagem que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que vem articulando para possível candidatura à Presidência.

Seria o troco de Ciro ao boicote da cúpula do PSB em 2010, quando ele se lançou candidato e acabou ficando com a ver navios. Na época, foi avisado que o PSB só tinha espaço para um presidenciável. Ciro retirou-se contrariado, mas não esqueceu o constrangimento.

Leia também: Para aliados de Eduardo Campos, futuro da família Gomes no PSB é cada vez mais incerto

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 7 de maio de 2013 Política | 15:23

Em debate com Lula, Delfim Netto abre mão de paternidade do ‘milagre econômico’

Compartilhe: Twitter

O ex-ministro Delfim Netto abriu mão da paternidade sobre o “milagre econômico”. Ele participava nesta terça-feira (7) de um debate sobre o Brasil e a economia mundial, provido pela revista Carta Capital, no Hotel Renaissance, em São Paulo, quando foi provocado pelo economista Luiz Gonzaga Belluzzo.

“O Delfim, que é o pai do milagre econômico…” começou Beluzzo. Rápido e bem humorado, como sempre, o ex-ministro cortou: “Não. Eu sou a mãe”, disse Delfim, arrancando uma gargalhada geral da plateia, puxada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Como o “milagre” não é um filho bastardo, Delfim, que foi por duas vezes o czar da economia na ditadura militar, nem precisou explicar quem é a mãe.

O ex-ministro, aliás, elogiou o desempenho do Banco Central pelo aumento dos juros no controle da inflação e afirmou que o país não precisa e nem atingirá mais crescimento de 7%. Para ele, uma taxa em torno de 1,5% ao ano está de bom tamanho.

Autor: Tags: , ,

segunda-feira, 6 de maio de 2013 Social | 09:30

Ustra será ouvido nesta semana pela Comissão da Verdade

Compartilhe: Twitter

Um dos homens fortes da repressão dos anos de chumbo, o coronel da reserva Carlos Alberto Brilhante Ustra será o primeiro militar de peso a ser interrogado pela Comissão Nacional da Verdade. O depoimento está marcado para a próxima sexta-feira (10) em Brasília.

O número de militares e policiais suspeitos de participar de tortura e assassinatos de militantes da luta armada chega a 250. Todos já foram identificados e localizados. Serão todos intimados a prestar depoimento.

No dia 13, num evento que contará com a presença da presidente Dilma Rousseff, a CNV fará um balanço do primeiro ano de investigação.

Leia também: Ministério Público denuncia Ustra por ocultar cadáver de estudante na ditadura

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. Última