Publicidade

Arquivo da Categoria Brasil

sexta-feira, 14 de junho de 2013 Brasil | 13:44

Ideli divide com governadores e prefeitos responsabilidade por desoneração do transporte

Compartilhe: Twitter

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati (PT-SC), dividiu responsabilidade com Estados e municípios na questão da desoneração das tarifas de transporte público.

“(A desoneração) já entrou em vigor e permitiu que alguns reajuste fossem feitos abaixo da inflação”, disse Ideli.

Ela destacou a necessidade que outras matérias que tramitam no Congresso sejam aprovadas para contribuir com a questão das passagens do transporte coletivo.

A ministra dividiu responsabilidades ao dizer que “a desoneração teria de envolver todos os entes federativos”.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/4cwvGGQPWzg" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 13 de junho de 2013 Brasil | 13:45

Alguns deputados disputam ingressos da Copa das Confederações, outros dispensam

Compartilhe: Twitter

Se por um lado há deputados correndo para todos os lados na tentativa de conseguir um ingresso para a abertura da Copa das Confederações, em Brasília, neste fim de semana, há também parlamentares que nem dão bola para o megaevento no recém-inaugurado estádio Mané Garrincha.

Cândido Vaccarezza (PT-SP), por exemplo, foi convidado. Mas ainda não sabe ao certo se conseguirá encaixar o evento na agenda. Outro petista, João Paulo Cunha (PT-SP), também recebeu um convite de colegas ligados ao governo do Distrito Federal. Até ontem, achava que dificilmente conseguiria comparecer.

Autor: Tags:

terça-feira, 11 de junho de 2013 Brasil | 13:00

Índios que invadiram a Funai foram levados a Brasília pelo próprio governo

Compartilhe: Twitter

Os cerca de 150 índios, a maior parte da etnia mundurucu, que ocuparam a sede da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) na segunda-feira, chegaram a Brasília na semana passada em dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). O governo decidiu trazê-los para Brasília para evitar que invadissem o canteiro de obras da Usina de Belo Monte, no Pará, como estavam planejando.

Nas negociações, os índios não aceitaram que uma comissão de 10 representantes fosse recebida no Planalto, e por isso, o governo decidiu trazer todos os manifestantes para Brasília. O combinado era que os índios retornassem de avião para o Pará na quarta-feira. No entanto, se recusaram a voltar mesmo com o Planalto deixando dois aviões a disposição por 24 horas.

Na semana passada, os Índios  preferiram ficar na Fazenda do Conselho Missionário Indigenista (CImi), na periferia de Brasília, e aproveitaram o dia para se concentrarem em frente ao Palácio do Planalto em protesto contra  o tratamento dispensado pelo governo Dilma Rousseff.

Autor: Tags: , , ,

Brasil | 11:00

Tensão com índios deixa saudades do MST

Compartilhe: Twitter

Quem trabalha diretamente na negociações entre o Palácio do Planalto e grupos indígenas garante que as tensões nessa relação há muito tempo não atingiam um nível tão alto.

Nos últimos dias, houve no governo federal até quem dissesse ter saudades dos tempos em que a briga corria solta com integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST). Naquele tempo, brinca uma fonte palaciana, a coisa era “mais light”.

Autor: Tags: ,

Brasil | 07:00

Questão indígena abre divergências entre ministros de Dilma

Compartilhe: Twitter

O governo federal está dividido sobre a resposta que a presidente Dilma Rousseff deve dar ao aumento das tensões em relação a grupos indígenas. De um lado, alguns ministros têm ponderado que a presidente agora paga o preço por não ter dialogado com mais frequência com movimentos sociais. Por isso, deveria fazer um aceno a esse grupo e minimizar o estrago. Do outro, parte dos auxiliares afirma que, neste momento, a única solução é endurecer o discurso e deixar claro que o governo não cederá às pressões.

Leia também: Assassinatos de indígenas cresce 269% no governo Dilma

O Planalto, na prática, tenta arrefecer as tensões, na esperança de abrir uma frente mais “tranquila” de negociação. Há um temor de que casos como o do índio baleado no Mato Grosso do Sul, na semana passada, por exemplo, acabe proliferando uma imagem distorcida da relação entre o governo e o movimento indígena.

Ainda assim, prevalece no Planalto o entendimento de que a situação é delicada e precisa ser contornada sem sobressaltos. Até para não alimentar as já recorrentes comparações em relação à forma como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se relacionava com este e outros movimentos sociais.

Saiba mais: Maria Augusta Assirati pode ficar em definitivo no comando da Funai

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 7 de junho de 2013 Brasil | 19:25

Aécio vai a São João de Campina Grande

Compartilhe: Twitter

Um dos destinos já confirmados pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), possível candidato ao Palácio do Planalto no próximo ano, será Campina Grande, na Paraíba, para participar dos festejos juninos.

O convite oficial foi feito pelo líder dos tucanos no Senado, Cássio Cunha Lima, mas o senador mineiro também terá ao seu lado o peemedebista Vital do Rêgo, também natural de Campina Grande.

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 6 de junho de 2013 Brasil | 07:00

Uma tese sobre a vinda Silas Malafaia a Brasília

Compartilhe: Twitter

Um deputado federal com forte trânsito na bancada evangélica arrisca um palpite sobre o que descreve como os “verdadeiros motivos” que, segundo ele, teriam levado o pastor Silas Malafaia a organizar ontem à tarde uma marcha “em defesa da família” na capital federal: ele estaria “morto de ciúmes” dos holofotes conquistados recentemente pelo colega Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Leia também: Malafaia defende Feliciano e diz que STF afrontou maioria com casamento gay

No ato de ontem, Malafaia dividiu palco com Feliciano. E disse se solidarizar com o deputado: “Esse jogo pesado contra Marco Feliciano não foi contra ele não. Foi contra nós”.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 5 de junho de 2013 Brasil | 19:08

Lésbicas fazem protesto em contraponto a ato evangélico

Compartilhe: Twitter

Um grupo de mulheres empunhando bandeiras do movimento LGBT e cartazes com protestos contra atos de preconceito fizeram uma pequena manifestação em frente ao Congresso Nacional.

O ato foi realizado ao mesmo tempo em que evangélicos liderados pelo pastor Silas Malafaia faziam um show na Esplanada dos Ministérios.

“Aborto não é caso de polícia, é caso de saúde”, disse uma das manifestantes.

Uma das manifestantes estava somente de sutiã. Outras deixavam partes do corpo a mostra com frases de protesto.

Assista:

[kml_flashembed movie="https://www.youtube.com/v/8rQx9SbQE-4" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , ,

Brasil | 18:50

Malafaia defende Feliciano e diz que STF afrontou a maioria com casamento gay

Compartilhe: Twitter

O pastor Silas Malafaia fez críticas ao STF por causa da decisão de liberar a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

Em tom raivoso, que marcou quase toda sua fala durante ato na Esplanada dos Ministérios, Malafaia disse que o STF afrontou a maioria da população ao liberar a união estável.

Ele também aproveitou para fazer uma defesa do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) ao dizer que os protestos contra o parlamentar eram uma forma de “alienar” os evangélicos “do jogo democrático”.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/EwOHswOrkvs" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 4 de junho de 2013 Brasil | 10:00

Plano Safra é uma das apostas de Dilma para criar ‘cenário positivo’ em 2014

Compartilhe: Twitter

Ao centrar o discurso nas iniciativas do governo para ampliar o Plano Safra, a presidente Dilma Rousseff começou a colocar em prática parte da estratégia para criar um “cenário positivo” para o ano eleitoral. Ontem, durante a visita que fez ao Rio Grande do Norte, Dilma anunciou a criação de um Plano Safra específico para o semiárido nordestino. Hoje, no Palácio do Planalto, serão divulgadas as diretrizes nacionais do programa para a temporada de 2013 e 2014.

O governo aposta que algumas medidas, entre elas a injeção de mais recursos no programa agrícola, serão fundamentais para melhorar o desempenho da economia. A chave do projeto, dizem pessoas próximas ao Planalto, é o estímulo à produtividade. Só assim, afirmam, será possível evitar que o temor de um quadro recessivo na economia alimente ainda mais o discurso da oposição.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 18
  4. 19
  5. 20
  6. 21
  7. 22
  8. 30
  9. 40
  10. 50
  11. Última