Publicidade

Arquivo da Categoria Congresso

segunda-feira, 24 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 18:34

Temer chama base para habitual reunião de articulação

Compartilhe: Twitter
O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Foto: Agência Brasil

A contar pela agenda do vice-presidente, Michel Temer, as pautas da Câmara ou do Senado fazem parte dos assuntos da “macropolítica”, que continuarão sob sua responsabilidade.

Temer enviou aos líderes da Câmara, nesta tarde, o convite para a habitual reunião da terça-feira (25), quando se define as estratégias do governo para a semana na Câmara. A reunião ocorrerá no Gabinete da Vice Presidência.

Além disso, de acordo com interlocutores do vice, ele continuará participando das reuniões da coordenação política no Planalto.

Na prática, a função desempenhada na articulação política pelo vice-presidente permanecerá quase inalterada, já que o governo finalizou a fase de nomeações de cargos nos segundo e terceiro escalão, tarefa que era desempenhada principalmente pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS).

Os trabalhos do governo agora se voltam, principalmente, para o corte de pastas, anunciado pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Nas negociações para os cortes, a presidente Dilma Rousseff contará com a ajuda do vice nas definições

 

Autor: Tags: , , , ,

Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 15:49

Para peemedebistas, sinalização Temer é de “desembarque próximo”

Compartilhe: Twitter
Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

Michel Temer (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

As movimentações do vice-presidente, Michel Temer (PMDB-SP) no sentido de deixar bem claro seu descontentamento com o governo e a disposição em entregar à presidente Dilma Rousseff a função de articulador político passaram um sinal para o meio político, principalmente para peemedebistas rebeldes, de que “o desembarque está próximo”.

O PMDB já prepara sua convenção partidária para o dia 15 de novembro em Brasília. Entre os deputados do partido, boa parte seguidora do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a tese majoritária é de rompimento com o governo petista.

Deputados do PMDB defendem que foi Temer quem defendeu a aliança na Convenção e que Temer é quem segurava a insatisfação.”O rompimento é o  caminho natural do PMDB e a postura de Temer, ao querer entregar a articulação, é uma sinalização importante e que terá  efeito na convenção”, disse ao Poder Online, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).

Temer se reuniu com Dilma para entregar suas funções de articulador do governo, assumida logo após o ministro Pepe Vargas (PT-RS), atual ministro de Direitos Humanos, ser defenestrado do Planalto, onde era ministro da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), por exigência da bancada do PMDB da Câmara.

A decisão de ficar ou não na articulação vazou de forma meio dúbia, já que Temer, continuaria cuidando das questões mais importantes, enquanto seu auxiliar, Eliseu Padilha, atual ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), continuaria com o rame-rame da negociação de cargos e emendas parlamentares. Ou seja, o que mudou foi o clima. Temer continuaria cuidando do que sempre cuidou. A presidente teria agora é que  encontrar alguém para substituir Padilha até 1º setembro, quando ele deve passar a se dedicar exclusivamente à sua pasta titular.

“Se o PT não deixou Temer cuidar do micro, vai deixar cuidar o macro?”, questionou o deputado.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 20 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Justiça, Partidos, Política | 18:26

Para Sílvio Costa, só pressão popular tira Cunha da Presidência da Câmara

Compartilhe: Twitter

O deputado Sílvio Costa (PSC-PE) tem sido uma das vozes mais contestadoras da atuação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), desde a posse de parlamentar no cargo. Após a denúncia, apresentada pelo procurador Geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), Costa se mostrou cético em relação a cassação do mandato de Cunha. O deputado disse não acreditar que pedidos de cassação prosperem na Câmara já que as instâncias de poder na Casa são controladas hoje pelo presidente.

“Isto que sestá acontecendo aqui não é nenhuma novidade, todo mudo sabia que ele ia ser denunciado . Sabiam dessas informações desde as eleições da Câmara”, disse o deputado.

“Se a gente colocar no Conselho de Ética, ele (Cunha) tem maioria. Se a gente colocar na Corregedoria, ele também tem maioria”, observou.

“Acho que a gente tem que começar um movimento de fora para dentro. A opinião pública tem que participar e dizer a ele que ele tem que sair.”

Autor: Tags: , , , ,

Brasil, Congresso, Estados, Política | 14:51

Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina de Osasco

Compartilhe: Twitter
Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina em Osasco (Reprodução)

Deputados querem acompanhar investigações sobre chacina em Osasco (Reprodução)

Os deputados Valmir Prascidelli (PT-SP) e Reginaldo Lopes (PT- MG) querem que a criação de uma Comissão Externa para acompanhar as investigações sobre as mortes ocorridas em Osasco, no último dia 13 de agosto. Os dois parlamentares apresentaram o pedido à Mesa Diretora da Câmara.

Também devem integrar o grupo os parlamentares Erika Kokay (PT-DF), Orlando Silva (PCdoB-SP) e Rosângela Gomes (PRB-RJ), que foi relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o extermínio de Jovens Negros, que funcionou na Câmara durante o primeiro semestre.

“A segurança pública é responsabilidade do Governo Estadual, mas nós não podemos deixar que as investigações não cheguem aos responsáveis. Vamos acompanhar tudo de perto”, disse Prascidelli.

A suspeita é de que as mortes teriam ocorrido por ação de agentes do próprio Estado, daí a preocupação com a isenção das investigações. A justificativa para a criação da comissão indica que as execuções seguiram um padrão e que uma das linhas de apuração aponta para crime de vingança por parte de policiais, devido a morte de um colega.

“A gravidade dos fatos e a necessidade de apurar as reais motivações e descobrir os autores trazem a necessidade do acompanhamento de parlamentares federais para que as investigações e suas conclusões tenham um desfecho isento e transparente”, justificou Reginaldo Lopes.

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 19 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Justiça, Política | 22:02

Janot deve oferecer denúncia nesta quinta contra Cunha e Collor

Compartilhe: Twitter

Os parlamentares indiciados na investigação sobre o esquema de propina na Petrobras, entre eles o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Fernando Color de Melo (PTB-AL) vão precisar ficar mais uma noite na expectativa já que a previsão de apresentação de denúncia por parte do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, passou para quinta-feira.

E expectativa permeou as conversas e determinou o clima de tensão durante toda quarta-feira. De um lado, deputados se reuniram para pedir o afastamento de Cunha. Do outo, o presidente da Câmara passou toda tarde trancado em seu gabinete com seus principais interlocutores habituais, deputados já conhecidos como a “tropa de choque” de Cunha.

Passaram pelo gabinete da Presidência da Câmara os deputados Paulo pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP), o líder do PSC na Câmara, André Moura (SE) e o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Pìcciani (RJ).

Autor: Tags: , , ,

Brasil, Congresso, Política | 20:47

Cunha ignora possibilidade de denúncia e leva mulher para evento na Câmara

Compartilhe: Twitter
Cláudia Cruz

Mulher de Cunha, Cláudia Cruz participa de coquetel do Parlatino, na Câmara dos Deputados (Foto; Luciana Lima)

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu ignorar a expectativa de ser denunciado nas próximas horas e levou sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz, para um coquetel de encerramento da reunião do Parlamento Latino-americano (Parlatino), nesta quarta-feira (19), no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Em clima de tensão, a primeira dama da Câmara nada falou. Ela apenas se posicionou ao lado do marido durante o breve discurso de boas vindas aos convidados.

Autor: Tags: , ,

Brasil, Congresso, Justiça, Partidos, Política | 20:12

Deputados esperam informações sobre contas de Cunha no exterior

Compartilhe: Twitter

A expectativa do grupo de deputados críticos ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é de que a denúncia que deverá ser apresentada nas próximas horas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, traga mais elementos, além das acusações de recebimento de propina no esquema investigado pela Operação Lava Jato.

A aposta dos deputados é de que Janot detalhe a acusação de lavagem de dinheiro relatando as supostas operações de Cunha em contas no exterior usando nomes de pessoas próximas.

A reunião desta quarta-feira, chamada pelo PSOL da Câmara, contou com a presença de cerca de 15 deputados de vários partidos, como PPS, PT, PSDB, PSB e do PSC.

A ideia é esperar a acusação formal e oferecer imediatamente um pedido de afastamento de Cunha da presidência da Casa.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que disputou a presidência da Casa com Cunha participou da reunião e conversou com a coluna. Acompanhe:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 13 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 20:07

Senadores sugerem que Dilma não fique a reboque de Renan na relação com Congresso

Compartilhe: Twitter
Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Randolfe Rodrigues (Foto: Divulgação)

Ao se reunir com um grupo de senadores na noite desta quinta-feira (13), a presidente Dilma Rousseff aceitou a sugestão dada pelo grupo de ir ao Congresso falar sobre a situação de crise pela qual passa o país e o seu governo. Dilma se referiu ao Senado como um “poder moderador” nestes tempos de crise e se mostrou aberta ao diálogo.

“Encontramos uma presidente que não esperávamos encontrar. Primeiro, ela não transparecia preocupação ou tensão com o momento político pelo qual estamos passando. Além disso, ao contrário de falar, ela mais ouviu”, relatou o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que integra o grupo autodenominado “independente”.

Como forma de reverter a crise política, os senadores sugeriram que Dilma não fique a reboque do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e que apresente uma nova agenda de propostas que seja complementar à Agenda Brasil, apresentada por Renan. “Algo que tenha sido pensado pelo governo”, sugeriu Randolfe.

“Ela chegou a questionar se a agenda do PMDB não contemplava. Respondemos: Não contempla. A senhora precisa construir outra, ouvindo os movimentos sociais, a oposição e outras forças políticas”, disse o senador.

Autor: Tags: , , , , ,

Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 19:27

Senadores “independentes” se apresentam a Dilma como alternativa no Senado

Compartilhe: Twitter
Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), vai ao Planalto com grupo de senadores "independentes"

Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), vai ao Planalto com grupo de senadores “independentes”

O grupo de senadores que se autodenomina “independente” está reunido neste momento com a presidente Dilma Rousseff para se apresentar como “alternativa” de diálogo diante das dificuldades que o governo vem enfrentando no Congresso.

Fazem parte do encontro os senadores Acir Gurgaz, líder do PDT no Senado, Cristóvam Buarque (PDT-DF), Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), João Cabiberibe (PSB-AP), Lasier Martins (PDT-RS), Lídice da Mata (PSB-BA) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).

O encontro havia sido pedido ao vice-presidente Michel Temer, responsável pela articulação política, em carta enviada no início da semana.

Temer não respondeu e na quarta-feira (12) a assessoria da presidente retornou marcando o encontro que é considerado estratégico para reforçar o contraponto que o governo vem construindo no Senado, à oposição declarada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Ao Planalto, o diálogo ainda servirá para minimizar os efeitos das dissidências da base anunciadas pelo PDT e pelo PTB da Câmara, sob a influência de Cunha.

Tal como fez o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que sugeriu a chamada “Agenda Brasil”, os independentes chegaram ao Planalto com outra agenda que deverá servir de ponto de partida para a aproximação.

Entre as propostas estão as que tratam da reforma política e ainda as que envolvem o compromisso de que o ajuste fiscal não atingirá conquistas sociais e investimentos em infraestrutura.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 12 de agosto de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 16:59

Almoço de Temer é visto como aval para nomeção de Filippelli na SRI

Compartilhe: Twitter
Foto: Brizza Cavalcante - Agência Câmara

Tadeu Filippelli (foto: Brizza Cavalcante – Ag.Câmara)

Integrantes da bancada do PMDB da Câmara saíram do almoço, chamado pelo vice-presidente Michel Temer, nesta quarta-feira (12), com a impressão de que o encontro serviu muito  mais para cacifar o anfitrião, deputado Tadeu Filippelli (PMDB-DF), como um possível futuro ministro das Relações Institucionais do governo, do que para apaziguar a bancada da Câmara, seguidora do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), opositor declarado do governo.

Peemedebistas, que há duas semanas cobravam de Temer que ele entregasse a função de articulador do Planalto, durante o almoço disseram ao vice que, caso ele queira se livrar da função, terá o apoio da bancada.

Temer tem como auxiliar na articulação com o Congresso, o atual ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS), que também teria confidenciado a intenção de sair da função.

No almoço, Temer lembrou a frase polêmica dita há uma semana e se disse mal interpretado ao defender a  necessidade de “alguém” para unir o país. O vice chegou a se auto elogiou diante da bancada, dizendo que foi o primeiro do governo ao reconhecer e a falar abertamente sobre a existência de uma crise. O vice chegou a ler sua frase completa para tentar convencer os presentes que não foi infeliz na declaração que suscitou desconfiança entre petistas.

 

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última