Publicidade

Arquivo da Categoria Economia

quarta-feira, 26 de maio de 2010 Economia | 05:46

Mercado de trabalho: desafio para os candidatos

Compartilhe: Twitter

O Dieese e a Fundação Seade divulgam, daqui a pouco, às 10h, a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) do mês de abril. A metodologia passa a incluir uma sétima região metropolitana: Fortaleza.

Os números gerais serão muito bons. O desemprego nos primeiros quatro meses do ano ficará abaixo do mesmo período de 2009.

O economista Sérgio Mendonça, do Dieese, estima que o resultado fora das sete regiões metropolitanas pesquisadas pode ser ainda melhor.

– Pela primeira vez temos uma conjugação de fatores que sempre foi considerada impossível por alguns economistas: aumento real do salário mínimo, maior formalização do mercado de trabalho e inflação baixa.

Falta agora, além de sustentar o crescimento econômico, distribuir a produtividade, pois, o rendimento médio do trabalhador da indústria está quase estagnado há uma década.  

Esse seria o grande desafio para as propostas das campanhas presidenciais. Há algumas semanas, os técnicos do Dieese fizeram essa análise à pré-candidata do PT, Dilma Rousseff.

Autor: Tags: , , ,

Economia | 05:45

São Paulo pode ter recorde de emprego

Compartilhe: Twitter

Se o ritmo da economia continuar como está – sem sustos internacionais – o desemprego, em dezembro, na região metropolitana de São Paulo, será de um dígito. Ou seja, abaixo de 10% – o que não ocorria desde 1989.

De acordo com Sérgio Mendonça, a expectativa para o índice geral, em dezembro, é de 12% – o menor nível na série histórica de 25 anos.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 25 de maio de 2010 Congresso, Economia | 08:34

Paulo Paim diz que não é demagogo

Compartilhe: Twitter

O presidente Lula foi aconselhado pelos ministros da área econômica a vetar o projeto de autoria do senador Paulo Paim, aprovado pelo Congresso, que derruba o chamado fator previdenciário.

Lula tem esbravejado contra o texto e a demogagia dos parlamentares às vésperas das eleições. Poder Online resolveu ouvir Paim, que, quando Lula era deputado, chegou a dividir com o colega um apartamento funcional em Brasília:

iG – Muitos integrantes do governo e da oposição dizem que a aprovação do projeto às vésperas da eleição se deu por demagogia. O senhor é um demagogo?

Paulo Paim – Quem fez demagogia que se explique, porque eu estou sendo coerente com minha ideologia e minha história. Estou travando uma batalha para resolver o problema do fator previdenciário há 10 anos. Quem fala isso, não conhece a matéria.  O fator previdenciário confisca a receita do trabalhador em geral de maneira injusta, causando-lhe um prejuízo de 30% a 38% na aposentadoria e, para a mulher, é ainda pior. Hoje, cerca de 90% dos que sofrem as consequências do fator têm renda de até três salários mínimos.

iG – Mas o fim do fator previdenciário causa impactos negativos para a economia do país.

Paim – Desde que foi criado, há mais de dez anos, o fator previdenciário já trouxe uma economia de R$ 10 bilhões. Ou seja, seria um gasto insignificante de R$ 1 bilhão por ano. Retirar o fator não vai trazer impacto algum para a economia, até porque a Previdência não é deficitária e dá conta de pagar.

iG – Então por que o Lula não se mostra favorável à derrubada?

Paim – O Lula está sendo enganado pelos tecnocratas, que não querem admitir que a retirada do fator é absolutamente possível porque não tiveram a idéia antes.

iG – Mas o presidente tem demonstrado irritação com o senhor. A velha amizade entre vocês acabou?

Paim – Não me encontrei com ele desde que o projeto foi aprovado, mas acho que o presidente Lula não está chateado. Ele sabe que estou sendo coerente com minha história e  luta. E nunca me pediu que eu mudasse de posição.

Autor: Tags: , , , , , ,

Economia | 05:18

Etanol brasileiro na tevê dos Estados Unidos

Compartilhe: Twitter

(Divulgação/Unica)

A Unica (União da Indústria de Cana de Açúcar) acaba de produzir quatro comerciais de 30 segundos sobre o etanol brasileiro para serem veiculados na ABC, uma das maiores redes televisivas norte-americanas.

O objetivo é pressionar o Congresso dos Estados Unidos a derrubar as tarifas impostas sobre o nosso etanol.

É a primeira vez que o combustível brasileiro ganha anúncio na tevê dos Estados Unidos e a veiculação dos comerciais será feita durante a corrida das 500 milhas de Indianápolis, no próximo domingo.

O espaço para a campanha foi cedido pela Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). No ano passado, a Apex veiculou anúncios institucionais, mas percebeu que o melhor era promover produtos. Ao lado do etanol, a Apex vai vender também o nosso café.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 21 de maio de 2010 Economia | 13:02

Emprego público no Brasil é a metade da média mundial

Compartilhe: Twitter

Deu no Ex-blog de César Maia (DEM), a newsletter do ex-prefeito do Rio:

“A proporção de empregos públicos em relação à força total de trabalho no Brasil é relativamente baixa em comparação com os países desenvolvidos.

O total de servidores públicos no Brasil, incluindo os empregados das empresas estatais, representa entre 11% e 12% do total de empregos no país. Entre os 31 países da OCDE, tal média é de 22%.”

A informação pode ajudar no debate eleitoral sobre o tamanho do Estado brasileiro.

(Jorge Félix)

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 20
  4. 24
  5. 25
  6. 26
  7. 27
  8. 28
  9. Última