Publicidade

Arquivo da Categoria Política

terça-feira, 30 de junho de 2015 Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política, Sem categoria | 14:43

Sarney diz a Lula que ele tem que palpitar

Compartilhe: Twitter
Sarney: "Lula tem que palpitar"

Sarney: “Lula tem que palpitar”

Em uma postura mais conciliadora, bem distante das críticas que vinha fazendo à política econômica, e em meio a “ressaca” após o vazamento das críticas que comparavam a presidente Dilma Rousseff ao “volume morto” do Sistema Cantareira,  o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confidenciou aos peemedebistas que iria parar de dar palpite no governo.

Prontamente, o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), que participou do café da manhã na casa do presidente do Senado, Renan Calheiros (PDMB-AL) reagiu, pedindo a palavra. Sarney olhou nos olhos de Lula e defendeu que ele tem que palpitar.

“Você é a maior liderança política deste país na atualidade. Tem que palpitar sim”, defendeu Sarney.

Do café da manhã com Lula participaram, além de Sarney e o anfitrião, os senadores, Romero Jucá (PMDB-RR), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Jorge Viana (PT-AC) e Delcídio Amaral (PT-MS).

Autor: Tags: , ,

Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 14:22

Lula é contra fim da reeleição e aumento de mandato de chefe do Executivo

Compartilhe: Twitter
Os ex-presidentes da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foto: Ricardo Stuckert / PR

Os ex-presidentes da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foto: Ricardo Stuckert / PR

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ser contra o fim da releição, medida aprovada pela Câmara, e única proposta da reforma política colocada em votação pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que deverá ser confirmada no Senado.

Lula citou os Estados Unidos e vários outros países democráticos desenvolvidos que adotam a reeleição, em café da manhã com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

O ex-presidente também disse que é contra aumentar o mandato do chefe do executivo para cinco anos.

Ao argumentar, o ex-presidente fez um alerta aos peemedebistas, lembrando os tempos de Fernando Henrique Cardoso e disse que qualquer governante, que chegar  ao fim do mandato com uma aprovação razoável, deverá aprovar de novo a reeleição e acabar ficando 10 ou 12 anos no poder.

Autor: Tags: , , , , , ,

Brasil, Congresso, Governo, Partidos, Política | 13:19

Lula diz a Renan que Lava Jato não pode ser agenda do país

Compartilhe: Twitter

lula-visita-renan-004Em café da manhã com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou a impressão de ter vindo a Brasília em “missão de paz”. Ele pediu que o alagoano relevasse qualquer desconforto em relação à presidente Dilma Rousseff ou com o governo.

Consciente da crise de imagem que atinge o PT e o governo, Lula propôs a Renan um pacto de união, dizendo que a Operação Lava Jato não pode ser a única agenda do país.

Peemedebistas saíram do encontro com a impressão de que Lula retornou  à posição de ajudar o governo a sair da crise e apostar novamente na parceria com o PMDB, postura diferente da que o ex-presidente teria expressado, há algumas semanas, quando destilou críticas à Dilma.

O comentário de um peemedebista deu o clima da conversa: “Ele nem falou mal da Dilma, nem do Mercadante”,disse, referindo-se à presidente e ao chefe da Casa Civil.

 

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 29 de junho de 2015 Brasil, Congresso, Economia, Governo, Partidos, Política | 15:01

Senadores “progressistas” querem derrubar proposta que reduz maioridade penal

Compartilhe: Twitter
O candidato ao governo do Rio de Janeiro, Lindbergh Farias (PT-RJ). (Foto: Agência Brasil)

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ). (Foto: Agência Brasil)

Depois de se juntarem contra o pacote fiscal imposto pela presidente Dilma Rousseff, os senadores que formam a chamada “frente progressista” preparam um manifesto bem mais simpático ao Planalto.

Para esta semana, a frente se posicionará contra a redução da maioridade penal, proposta ainda em discussão na Câmara e que é considerada um ponto de honra para o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A frente tem um caráter suprapartidário. No manifesto contra o ajuste reuniu 14 parlamentares, entre eles o senador Lindibergh Farias (PT-RJ), que chegou a defender a saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Além dele, também assinam a frente os senadores João Capiberibe (PSB/AP), Telmário Mota (PDT/RR), Cristovam Buarque (PDT/DF), Paulo Paim ( PT/RS), Hélio José ( PSD/DF), Roberto Requião ( PMDB/PR), Donizeti Nogueira ( PT/TO), Regina Sousa (PT/PI), Lídice da Mata (PSB/BA), Jorge Viana ( PT/AC), Roberto Rocha ( PSB/MA), Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) e Vanessa Graziotin (PCdoB/AM).

Leia também: Petista anuncia grupo formado para derrubar ajuste fiscal e até o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

 

 

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 25 de junho de 2015 Brasil, Economia, Governo, Política | 16:05

Nos Estados Unidos, Dilma mostrará pacote fiscal para atrair confiança de investidores

Compartilhe: Twitter
Ministro Joaquim Levy, em reunião com a diretora do FMI, Christine Lagarde.

Ministro Joaquim Levy, em reunião com a diretora do FMI, Christine Lagarde (Agência Brasil)

A viagem que a presidente Dilma Rousseff iniciará na próxima semana aos Estados Unidos terá um objetivo principal de mostrar o que Brasil tem adotado uma política de disciplina nos gastos públicos. Com isso, o governo brasileiro espera passar confiança para possíveis investidores.

Ao propagandear seu ajuste fiscal, a presidente retoma a famosa “cartilha do FMI” deixada de lado, pelo menos no discurso, pelo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“A viagem é importante para que a presidente Dilma apresente a diferentes interlocutores o plano de ajuste fiscal que o Brasil está fazendo e achamos que isso tem importância na captação de investimentos”, disse o subsecretário-geral de Política do Ministério de Relações Exteriores, embaixador Carlos Antonio da Rocha Paranhos.

A comitiva de Dilma ainda não foi divulgada, mas o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, é presença certa na viagem.

 

 

 

Autor: Tags:

Congresso, Partidos, Política | 15:23

Para Cristovam Buarque, federalização da educação seria revolução como os CIEPs de Brizola

Compartilhe: Twitter
Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), em evento da aliança PSB-Rede-PPS. (Alan Sampaio / IG Brasília)

Senador Cristovam Buarque (PDT-DF), em evento da aliança PSB-Rede-PPS. (Alan Sampaio / IG Brasília)

 

Defensor da federalização do ensino no país, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) será mediador de uma roda de debates “Ideias não morrem – CIEPs, na Universidade de Brasília (Unb) nesta quinta-feira (25).

Sem perder a em sua principal bandeira de campanha, o senador acabou fazendo uma analogia com o projeto implantado no Rio de Janeiro, durante os governo de Leonel Brizola.

“A federalização da educação é o CIEP do século XXI em todo Brasil”, disse o senador.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 24 de junho de 2015 Brasil, Política | 19:01

Pais exigem providências do Governo sobre taxas para pessoas com deficiência em escolas

Compartilhe: Twitter

Pais de crianças com deficiência entregarão ao Ministério da Justiça, um documento com 15 mil assinaturas, exigindo providências do governo contra a prática de adotada por escolas particulares de cobrar taxas extras no caso de alunos deficientes.

O grupo é liderado pela advogada Consuelo Martins, que recolheu assinaturas no site Change.org. Ela será recebida amanhã (25), em Brasília pela secretária nacional do Consumidor do MJ, Juliana Pereira da Silva.

Apesar da lei proibir qualquer tipo de discriminação, não há regulamentação que proíba a cobrança e que dê condições e atuação para os Procons e outros órgãos de fiscalização.

A carioca Consuelo é mãe o Artur, uma criança de dez anos de idade que tem atraso global de desenvolvimento. Diante de sucessivas violações de direitos do seu filho na rede privada de ensino, ela decidiu que Artur seria estudaria em casa e conseguiu autorização judicial para o regime de educação domiciliar.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 23 de junho de 2015 Governo, Política | 19:30

Nelson Breve deixará a EBC e voltará ao Planalto, como secretário de imprensa

Compartilhe: Twitter

O atual presidente da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), Nelson Breve, será o novo secretário de imprensa da Presidência da República. A ida de Breve para o Planalto faz parte de uma série de mudanças na comunicação do governo. As mudanças incluem a EBC e o objetivo, de acordo com o governo, é tornar os veículos públicos mais atrativos.

O atual secretário, Olímpio Cruz, passará a ocupar uma diretoria na EBC e levará para a estatal dois secretários adjuntos: Kátia Guimarães Vaz, que ocupará a diretoria de Serviços,  e Nicholas Tamasauskas.

Para o lugar de Nelson Breve na EBC, ascendeu o atual diretor-geral da empresa, o jornalista, Américo Martins. Para o lugar de Martins, vai o atu diretor de  Conteudo, Asdrubal Figueiró Junior.

Breve assumiu a presidência da EBC em 2011, substituindo a jornalista Teresa Cruvinel. No governo Lula, Breve  ocupou o cargo de secretário de imprensa. Antes, ele  foi assessor de imprensa do então deputado José Dirceu.

Autor: Tags: , , ,

Brasil, Governo, Partidos, Política | 18:58

Governo destina 13 mil hectares da Amazônia para reforma agrária e reservas indígenas

Compartilhe: Twitter
O ministro do Desenvolvimento Agrário e ex-prefeito de Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Divulgação

O ministro do Desenvolvimento Agrário e ex-prefeito de Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT-MG). Foto: Divulgação

Depois de ter recebido sinal verde, em público, da presidente Dilma Rousseff, para apresentar no prazo de 30 dias, um plano nacional de reforma agrária, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, deu início ao processo de distribuição de terras.

Amanhã (24), o ministro formalizará a destinação de 13 milhões de hectares na Amazônia Legal para a reforma agrária, regularização fundiária, e para a criação de unidades de conservação ambiental e de reserva indígena. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, também participará do anúncio.

A iniciativa faz parte do Programa Terra Legal Amazônia, da Secretaria Extraordinária de Regularização Fundiária na Amazônia Legal. As áreas estão nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O prazo para elaboração do plano foi dado por Dilma a Patrus na segunda-feira (22), durante o lançamento do Plano Safra para a Agricultura Familiar, no Palácio do Planalto. A preocupação do governo com a nova postura é não ser avaliado, principalmente pelos movimentos sociais do campo, como a pior fundiária dos últimos tempos. O primeiro mandato de Dilma já é avaliado como o que menos distribuiu terras e assentou famílias no campo nos últimos 20 anos.

Autor: Tags: , , ,

Brasil, Congresso, Governo, Política | 18:18

Eunício pede nova reintegração de posse em fazenda ocupada pelo MST

Compartilhe: Twitter
Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Foto: Luiz Alves / Agência Senado

Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Foto: Luiz Alves / Agência Senado

O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) ingressou nesta terça-feira (23), na Justiça de Goiás, com um pedido de reintegração de posse para tirar de suas terras cerca de três mil famílias integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

É a segunda vez que o MST ocupa a fazenda Agropecuária Santa Mônica, propriedade de mais de 21 mil hectares, localizada entre os municípios goianos de Alexânia, Abadiânia e Corumbá.

De acordo com o MST, o retorno às terras do senador ocorreu porque o governo federal não cumpriu acordos firmados na reintegração ocorrida em março deste ano. Um dos pontos do acordo é o assentamento de cerca de 1.100 famílias até 60 dias após o despejo, ocorrido no início de março.

O senador, no entanto, acredita que, agora, a Justiça será mais ágil em determinar a retirada dos ocupantes. Isto porque, já existe entendimento do Tribunal de Justiça de Goiás dando ganho de causa ao senador.

Na primeira ocupação, os integrantes do MST ficaram seis meses na  na fazenda. A reocupação ocorreu no último domingo (21)

 

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 8
  3. 9
  4. 10
  5. 11
  6. 12
  7. 20
  8. 30
  9. 40
  10. Última