Publicidade

terça-feira, 3 de março de 2015 Congresso | 21:52

‘Presidente do Congresso não tem esse poder’, diz líder do PT sobre devolução de MP

Compartilhe: Twitter

Embora crítico, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), desconversou ao ser questionado sobre possíveis interpretações políticas para a decisão do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL) de devolver a Medida Provisória 669/2015 à presidente Dilma Rousseff, sem consultar os senadores.

“Nós entendemos que o presidente do Congresso não tem esse poder”, diz Costa. “O presidente Renan é uma pessoa que tem muita grandeza e que tem exercido com correção a presidência do Congresso Nacional e não daria a uma decisão tão grave como essa um conteúdo que se justificasse com algum tipo de mágoa”

Assista:

Autor: Tags: , ,

Governo | 19:02

Pepe pede calma após Renan devolver MP da desoneração da folha

Compartilhe: Twitter
O ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas. (Foto: Agência Brasil)

O ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas. (Foto: Agência Brasil)

Preso em reuniões para acertar a estratégia do Planalto com as bancadas aliadas, o ministro da articulação política, Pepe Vargas, fez um rápido comentário quando questionado por interlocutores sobre a notícia de que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), devolverá a MP da desoneração da folha: “Calma, calma”.

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 17:33

Análise de vetos servirá como teste de governabilidade

Compartilhe: Twitter
Plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Tales Faria)

Plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Tales Faria)

Para o governo, a sessão de hoje do Congresso servirá para medir o tamanho do impacto da crise na governabilidade.

Com ou sem o vazamento da lista de nomes de políticos que serão investigados pelas denúncias da Operação Lava Jato, o governo entende que, se segurar os vetos, é sinal de que a situação não é tão dramática assim.

Autor: Tags: , , , , ,

Congresso | 17:08

Um bom motivo para Renan sorrir

Compartilhe: Twitter
Renan Calheiros (Foto: Agência Senado)

Renan Calheiros (Foto: Agência Senado)

Em meio aos rumores de que pode estar entre os investigados da Lava Jato, o senador Renan  Calheiros (PMDB-AL) tem lá seus motivos para sorrir desde que recusou anteontem o convite para o jantar com a presidente Dilma Rousseff.

Nas palavras de um aliado, é tudo uma questão de se sentir confortável com a situação:  “Coloca o cara na oposição e ele é só felicidade”.

Autor: Tags: , ,

Governo | 15:15

Base reclama e Dilma acerta reunião com líderes

Compartilhe: Twitter
 Dilma Rousseff (Foto: Agência Brasil)

Dilma Rousseff (Foto: Agência Brasil)

Diante de mais uma leva de reclamações de aliados, a presidente Dilma Rousseff convocou uma reunião com líderes de todos os partidos da base.

O encontro acontece amanhã, no Palácio do Planalto, a partir das 10 horas.

 

Autor: Tags: , ,

Governo | 15:00

Clima está mais manso entre Dilma e ministro da Secom

Compartilhe: Twitter
O ministro da Secom, Thomas Traumann (Foto: EBC)

O ministro da Secom, Thomas Traumann (Foto: EBC)

Quem circula bem no Palácio do Planalto garante que o clima entre a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Secom, Thomas Traumann, melhorou.

Há algumas semanas, a versão que circulava era a de que a presidente andava torcendo o nariz para o auxiliar e mal despachava com ele. Deixava os acertos entre a Presidência e a Secom nas mãos do chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

 

Autor: Tags: , ,

Congresso | 13:30

‘Um só deputado não pode definir a política de comunicação da Câmara’, diz Erundina

Compartilhe: Twitter
Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) - (Foto: Divulgação)

Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) – (Foto: Divulgação)

Diante da decisão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de indicar um deputado federal para assumir a Secretaria de Comunicação da Casa, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) propôs que a atuação do indicado funcionasse a partir de um conselho de deputados. Hoje, o mais cotado para comandar a Secom é o deputado Cleber Verde (PRB-BA).

De acordo com Erundina, a sugestão já foi aceita por Cunha e pelos demais integrantes da Mesa Diretora. “Como o presidente está determinado a atribuir a um deputado a coordenação dessa área, o máximo que nós conseguimos era de que não ficasse sob a orientação de um único parlamentar de um determinado partido”, explica a socialista.

“Um só deputado não pode definir a política de comunicação da Câmara. Uma política definida por um único deputado, ampliada a um partido político, pode comprometer o respeito à pluralidade casa Casa”, diz Erundina, que foi eleita para a 3ª suplência da Mesa.

Autor: Tags: , , , , , , ,

Governo | 11:50

Governo prepara a casa para Henrique Eduardo Alves

Compartilhe: Twitter
O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). (Foto: Divulgação)

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). (Foto: Divulgação)

Ao menos em tese, está tudo pronto para o governo abrir a porta da Esplanada para o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves. A expectativa, no Planalto, é de que o peemedebista fique fora da lista de políticos envolvidos na Lava Jato, que pode ser divulgada em breve pela Procuradoria-Geral da República.

Alves, em tese, deve mesmo ir para o Ministério do Turismo. Mas ainda se fala na possibilidade de uma mudança na Integração Nacional.

Autor: Tags: , , , , ,

Justiça | 10:30

‘Pessoal deveria estar preocupado com lista do HSBC’, diz Gim Argello

Compartilhe: Twitter
Senador Gim Argello (PTB-DF). (Foto: divulgação)

Senador Gim Argello (PTB-DF). (Foto: divulgação)

Sem conseguir se reeleger ao Senado, o petebista Gim Argello (DF) tem acompanhado de perto os desdobramentos da Operação Lava Jato e aguarda, ansioso, a divulgação da lista de indiciados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O ex-senador tem dito, entretanto, que preocupante mesmo serão as revelações do caso HSBC. “Na verdade, tem duas listas. Por enquanto, tá todo mundo falando nessa que o Janot vai divulgar, da Petrobras. Mas, se eu te perguntar, você sabe me dizer os 20 nomes. Agora, o pessoal devia tar preocupado é com essa lista do HSBC. Aí, é outro nível de esquema”, diz Gim.

O banco é acusado de ajudar clientes a esconderem recursos de origem ilícita e a sonegar impostos. O envolvimento de correntistas brasileiros será investigado pela Polícia Federal, além de alvo de uma CPI no Senado Federal.

Leia também: Lista do HSBC na Suíça revela empresas da Lava Jato em paraísos fiscais

O esquema de propinas na Petrobras, porém, já chegou no PTB. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB-AL) seria um dos beneficiados, tendo recebido R$ 3 milhões. O dinheiro, disse o doleiro Alberto Youssef, teria sido entregue por “emissários do PTB”. O jornal diz ainda que o partido tinha dois diretores na BR Distribuidora: José Zonis, na área de Operações e Logística, e Luiz Claudio Caseira Sanches, na Diretoria de Rede de Postos de Serviço.

 

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Eleições | 09:00

No PSDB de São Paulo, atenção é total em Celso Russomanno

Compartilhe: Twitter
Celso Russomanno (PRB-SP). Foto: Divulgação

Celso Russomanno (PRB-SP). Foto: Divulgação

O PSDB de São Paulo já considera que seu maior adversário na disputa pela prefeitura paulistana em 2016 é mesmo Celso Russomanno.

O partido também considera irreversível a entrada de Marta Suplicy na disputa pela cadeira do petista Fernando Haddad, como candidata pelo PSB.

Mas ninguém se entende sobre a escolha do nome para encabeçar a chapa tucana. Aí são “outros quinhentos e muito ego para conciliar”, diz um líder da legenda na capital.

 

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 20
  3. 30
  4. 40
  5. 48
  6. 49
  7. 50
  8. 51
  9. 52
  10. 60
  11. 70
  12. 80
  13. Última