Publicidade

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 Congresso | 20:25

PSB decide desfazer aliança com tucanos na Câmara

Compartilhe: Twitter
O líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho (PE). Foto: Divulgação

O líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho (PE). Foto: Divulgação

Em reunião na tarde desta terça-feira, a bancada do PSB decidiu deixar o bloco parlamentar formado com deputados do PSDB. A expectativa é de que os socialistas saiam acompanhados do PV e do PPS, com quem se aliaram ainda no ano passado.

A aliança entre socialistas e tucanos havia sido formada na tentativa de eleger o deputado Júlio Delgado (PSB-MG) à presidência da Câmara. Uma vez passada a eleição, entretanto, a maior parte da bancada entendeu que a permanência no bloco sinalizaria uma postura de oposição ao governo federal e comprometeria o discurso de independência adotado nos últimos meses.

Leia também: Erundina mira na presidência e acaba na terceira vice

Autor: Tags: , , , ,

Congresso | 18:46

Deputado diz que lobby dos planos de saúde ameaça CPI

Compartilhe: Twitter

Autor do pedido para instalação de uma CPI sobre os planos de saúde no país, o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) diz ter sido informado pela Mesa Diretora de que a comissão não poderá ser criada por “falta de foco”.

“O foco são as milhares de denúncias dos usuários”, diz o deputado ao criticar o “lobby dos planos de saúde” na casa. De acordo com Valente, um dos exemplos dessa interferência foi a tentativa do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tentar aprovar uma anistia às dívidas dos planos na relatoria da MP 653, no ano passado.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

Congresso | 16:43

Erundina mira na presidência e acaba na terceira vice

Compartilhe: Twitter
A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP). Foto: Agência Câmara

A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP). Foto: Agência Câmara

Luiza Erundina (PSB-SP) bem que tent0u emplacar nesta tarde uma candidatura à presidência da comissão que vai discutir a reforma política, puxada pelo colega Chico Alencar (PSOL-SP), que fazia as vezes de cabo eleitoral.

Ela chegou a pegar o microfone e discursar defendendo sua candidatura. Mas logo foi enquadrada pelo colega Silvio Torres (PSDB-SP), que presidia a sessão desta tarde. Suplente no colegiado, Erundina fica automaticamente excluída da lista de possíveis candidatos. Terminou na terceira vice.

Autor: Tags: , , ,

Governo | 15:00

Fluminense bomba no Portal Brasil

Compartilhe: Twitter
As chamadas do Portal Brasil, ontem à tarde. (Foto: Reprodução)

As chamadas do Portal Brasil, ontem à tarde. (Foto: Reprodução)

Entre notas sobre o ProUni e as Casas da Mulher Brasileira, pipocava ontem, no Portal Brasil, a chamada: “Fluminense vence Bangu por 2 a 1 em jogo equilibrado”.

Quem viu, fez piada. Até porque o ministro da Secom, Thomas Traumann, é tricolor até o último fio de cabelo.

 

Autor: Tags: , ,

Congresso | 12:24

Base tenta incluir governo FHC em nova CPI da Petrobras

Compartilhe: Twitter
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi convidado a falar sobre descriminalização das drogas no Senado. (Foto: Divulgação)

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi convidado a falar sobre descriminalização das drogas no Senado. (Foto: Divulgação)

A base do governo na Câmara tentará incluir nas investigações da nova CPI da Petrobras os contratos e as transações realizadas a partir de 1997, pela petroleira. O argumento é baseado no depoimento do ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco, que disse ter começado a receber propinas já naquele ano.

A decisão foi tomada nesta manhã, em reunião dos líderes da base. A ideia é pedir um aditamento temporal para a época, que inclui a gestão do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. A oposição defende que as investigações se restrinjam ao período pós-2005.

Leia também: Sete partidos já indicaram membros para a CPI da Petrobras

Autor: Tags: , , ,

Congresso | 12:00

‘PMDB está no momento de se renovar’, diz Picciani

Compartilhe: Twitter

Candidato à liderança do PMDB na Câmara, o deputado federal Leonardo Picciani (PMDB-RJ) tem defendido a tese da renovação para contrapor seu nome ao de seu principal adversário, Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).

Nos últimos dias, a campanha de Lúcio ganhou o reforço do ministro da Aviação, Eliseu Padilha (PMDB-RS), e do ex-ministro Moreira Franco (PMDB-RJ) – o que, segundo Picciani, é um retrato do PMDB de décadas atrás.

“O que vejo dessa articulação – uma foto do Moreira Franco com o Eliseu Padilha e Gedel Vieira Lima me faz lembrar o PMDB do governo de Fernando Henrique Cardoso, de 20 anos atrás. E eu acho que o PMDB está no momento de se renovar e construir um novo momento”, diz o carioca.

Divergências à parte, Picciani e Lúcio fazem parte do núcleo mais próximo de Eduardo Cunha e defendem já há algum tempo o fim da aliança nacional entre o PT e o PMDB. A decisão sobre o comando da bancada na Câmara está prevista para ser tomada na próxima quarta-feira, pela manhã.

Assista:

Autor: Tags: , , , , , ,

Congresso | 10:30

‘Eduardo Cunha fere a autonomia das mulheres’, diz Jô Moraes

Compartilhe: Twitter

A coordenadora da bancada feminina da Câmara, Jô Moraes (PCdoB-MG), diz ter sido pega de surpresa diante da decisão do presidente da Casa de definir novas regras para a eleição da nova coordenação do grupo. Procurado pela bancada, Cunha afirmou que a eleição da Secretaria e da Procuradoria da Mulher teria de obedecer aos blocos parlamentares montados para a eleição da presidência da Câmara.

De acordo com Jô, além de ser uma afronta à autonomia da bancada feminina, a decisão também criaria uma distorção, uma vez que partidos que não elegeram nenhuma mulher também teriam peso na disputa. “Nós sempre evitamos as questões polêmicas e o presidente Eduardo passa a querer, agora, opinar sobre a pauta da bancada feminina. O que fere a autonomia das mulheres, a bandeira fundamental pra sua emancipação”, diz Jô. “Quem decide sobre a bancada feminina deve ser a própria bancada.”

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, o presidente da Casa disse recentemente que a legalização do aborto só seria pautada na casa “por cima de seu cadáver”.

Assista:

Autor: Tags: , , , ,

Internacional | 09:00

Ordem no Itamaraty é elevar pressão por solução para crise financeira

Compartilhe: Twitter

No Itamaraty, diplomatas falam em elevar ao máximo as pressões sobre o novo chanceler Mauro Vieira, para que tome providências para amenizar a crise de recursos em embaixadas e consulados no exterior.

As queixas se referem à falta de dinheiro para o pagamento de despesas básicas nessas estruturas, como contas de água e luz, ou compra de suprimentos de primeira necessidade.

Nas conversas de corredor, joga-se grande parte da culpa pela gravidade da situação sobre o antigo chanceler Luiz Alberto Figueiredo. A tese é que faltou ali disposição para enfrentar o Planalto.

Autor: Tags: , ,

Congresso | 07:30

Sete partidos já indicaram membros para a CPI da Petrobras

Compartilhe: Twitter

Até o fim da noite de segunda feira, sete partidos já haviam indicado membros de suas bancadas para compor a CPI da Petrobras: SDD, PR, PROS, PSD, PSDB, PSB e PSOL. PT e PMDB, as duas maiores bancadas da Câmara ainda não o fizeram.

O PT só fechará a lista de indicações para a CPI depois de reunião com a bancada nesta terça-feira, embora o tema já tenha começado a ser discutido.

Já no PMDB a definição dos nomes passa pela escolha do novo líder da bancada, que só será definida na quarta-feira. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confirmou que não fará indicações até o fim do carnaval. Esse procedimento poderia ser feito uma vez que a criação da CPI foi formalizada na última quinta-feira.

Depois de 48h da criação forma da CPI, o presidente da Casa pode indicar membros para compor o grupo caso os partidos não o façam, possibilidade que Cunha descartou até o fim do Carnaval. Faltam ainda, entre titulares e suplentes, 35 nomes para fechar o quadro completo da CPI da Petrobras.

Confira os nomes já indicados:

Titulares: Paulinho da Força (SDD-SP), Altineu Côrtes (PR-RJ), Domingos Neto (PROS-CE), João Carlos Bacelar (PR-BA), Paulo Magalhães (PSD-BA), Silas Câmara (PSD-AM), Bruno Covas (PSDB-SP), César Messias (PSB-AC), Izalci (PSDB-DF), Júlio Delgado (PSB-MG), Otavio Leite (PSDB-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP).

Suplentes: João Henrique Holanda (SDD-AL), José Carlos Araújo (PSD-BA), José Rocha (PR-BA), Leônidas Cristino (PROS-CE), Rogério Rosso (PSD-DF), Adilton Sachetti (PSB-MT) e Rodrigo Martins (PSB-PI).

Autor: Tags: , , , ,

Partidos | 06:00

Se situação de Vaccari piorar, PT custará a encontrar substituto

Compartilhe: Twitter
João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

João Vaccari (Foto: Agência Brasil)

Ninguém no alto comando do PT tem a intenção de retirar o apoio ao tesoureiro João Vaccari por enquanto. Mas líderes da legenda reconhecem que não seria lá muito fácil encontrar alguém afim de encarar a tarefa, caso as denúncias contra o dirigente se agravem ao ponto de o partido optar pela substituição.

Depois do destino dado a Delúbio Soares no escândalo do mensalão e ao próprio Vaccari na Operação Lava Jato, a avaliação que predomina no partido é que muita gente vai preferir fugir da tarefa.

Um nome que vira e mexe é citado na lista informal de sugestões é Paulo Ferreira, que já foi tesoureiro no auge do escândalo do mensalão e foi encarregado de sanar a dívida de dezenas de milhares de reais deixada pelo antecessor Delúbio Soares. Nas conversas reservadas, entretanto, ele jura que quer distância do caixa petista, mesmo tendo falhado em renovar o mandato de deputado na última eleição.

Alguns líderes petistas minimizam o problema. Dizem que, se a troca se fizer mesmo necessária, um empurrãozinho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ajudará a vencer qualquer resistência.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 30
  3. 40
  4. 50
  5. 58
  6. 59
  7. 60
  8. 61
  9. 62
  10. 70
  11. 80
  12. 90
  13. Última