Publicidade

Posts com a Tag Agripino Maia

terça-feira, 7 de outubro de 2014 Eleições | 18:36

Agripino convoca ato em apoio a Aécio em Brasília

Compartilhe: Twitter
O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

Na tentativa de reassumir um protagonismo na coordenação da campanha do tucano Aécio Neves, o senador José Agripino (DEM-RN) reunirá aliados dos estados em Brasília, para um ato em apoio ao presidenciável. Agripino gerou desconfiança na coordenação da campanha ao sinalizar um possível apoio à adversária Marina Silva (PSB), ainda no primeiro turno.

Para a atividade, Agripino convidou não apenas governadores e senadores eleitos, mas também aqueles com peso político em suas regiões, como o candidato derrotado na reta final da disputa pelo governo da Bahia, Paulo Souto (DEM).

O ato será realizado na tarde desta quarta-feira, no Memorial JK, na capital federal. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também foi convidado, mas ainda não confirmou presença.

Leia também: ‘Vamos buscar todos os que se posicionam contra o petismo’, diz Agripino

Autor: Tags: , , ,

domingo, 5 de outubro de 2014 Eleições | 09:00

‘Vamos buscar todos os que se posicionam contra o petismo’, diz Agripino

Compartilhe: Twitter

De seu escritório em Natal (RN), o senador e coordenador-geral da campanha do tucano Aécio Neves, José Agripino (DEM-RN), acompanhará a apuração de votos deste domingo. Otimista, ele afirma que “o povo já entendeu que o Brasil pode mudar é com o Aécio” e nega que declarado apoio a Marina Silva antes da hora.

O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

“Eu nunca disse isso, me interpretaram mal”, desconversa. “Eu disse: se Aécio, por ventura, não fosse para o segundo turno, a intenção seria a união em torno do mal maior, que é o petismo, aí colocaram na minha boca o nome da Marina, mas eu nunca falei nele”, disse Agripino ao Poder Online.

Especial: Confira a página do iG sobre as eleições 2014

Com a possibilidade de Aécio chegar ao segundo turno, entretanto, o senador já trabalha com a hipótese de adesão do PSB à candidatura tucana. “É evidente que vamos buscar o apoio de todos os aqueles que se posicionam contra o petismo. Claro que vão se abrir perspectivas de diálogo com o PSB, mas é Aécio quem vai definir o timing disso”, afirma. Leia abaixo os principais trechos da conversa:

Senador, qual a expectativa de vocês para hoje? Aécio Neves deve mesmo ir ao segundo turno?
O Ibope e Datafolha já deram Aécio no primeiro turno. Que é a expectativa que nós tínhamos, em função da curva ascendente de Aécio e descendente de Marina, que está se concretizando. Eu acho que o contentor da Dilma no segundo turno será Aécio. Pra mim, a razão é muito simples. O povo entendeu que o Brasil pode mudar é com o Aécio. Marina seria uma espécie de filial do PT, ela não é a mudança autêntica, não representa o fim do petismo. Para derrotar o petismo, você tem uma alternativa e o povo já entendeu que é Aécio.

Ontem, durante a campanha, Aécio chegou a dizer que “ninguém era melhor do que ninguém” e que não havia “diferenças” entre ele e Marina Silva. O que essa declaração representa?
Um gesto de simpatia.

Já pensando no segundo turno?
É um gesto de simpatia.

Caso Aécio chegue ao segundo turno, qual é a expectativa de transferência de votos de Marina para o PSDB?
Não quero subestimar nenhum candidato. Nem Levy Fidelix, nem Eduardo Jorge, nem Luciana Genro, nem Marina. Mas os brasileiros estão divididos entre aqueles que apoiam o petismo – com seu mensalão, com sua crise da Petrobras, com seu aparelhamento do estado, com sua economia desfalecendo – e os que estão contra o petismo. Estes vão se fixar, vão tomar posição claramente. Então os apoios são importantes? São. Mas numa eleição, o povo brasileiro vota em quem quer.

Mas, especificamente com relação a uma possível transferência de votos do eleitorado de Marina Silva para o PSDB, vocês ainda não teriam um cálculo?
É evidente que ter apoios é importante, mas num pleito presidencial, o fundamental é ter as ideias que condizem com o pensamento individual do eleitor. As lideranças têm de ser respeitadas, mas, acima de tudo, quem vai decidir a eleição do pleito são as ideias. Quem está com o petismo e quem está contra o petismo.

Antes dessa reviravolta, o senhor chegou a sinalizar um apoio a Marina Silva, num eventual segundo turno contra Dilma. Nas suas palavras, seria algo a se fazer “contra o mal maior, que é o PT”…
Eu nunca disse isso, me interpretaram mal. Qual é a intenção do Democratas? É que, unidos ao PSDB, nós consigamos levar a eleição para o segundo turno. Me perguntaram: “e se Aécio não for para o segundo turno?”. Eu disse, se Aécio, por ventura, não fosse para o segundo turno, a intenção seria a união em torno do mal maior, que é o petismo, aí colocaram na minha boca o nome da Marina, mas eu nunca falei nele. O que falei seria uma coisa lógica, evidente. Mas, graças a Deus, com o trabalho que fizemos para levar Aécio para o segundo turno, estamos chegando perto disso.

Então as divergências com os tucanos da coordenação já foram superadas?
Superadas não, já foram esclarecidas.

Com o crescimento do PSB nestas eleições, o partido acabou ocupando um espaço inesperado no cenário político. Existe algum temor, por parte do DEM e do PSDB, de que esse grupo possa substitui-los como principal oposição ao PT na política brasileira, daqui para frente?
Deixe eu lhe falar uma coisa. Se Aécio for para o segundo turno, a primeira coisa que a gente vai fazer na segunda-feira é nos reunirmos, entre os partidos aliados e, a partir daí, adotar uma estratégia de conduta. Quem assegura que o PSB não poderá estar junto com o PSDB, o DEM e o Solidariedade? Eu não estou lhe dizendo se vai ou não estar, mas por que excluir? Se nós formos para o segundo turno, é evidente que vamos buscar o apoio de todos os aqueles que se posicionam contra o petismo. Claro que vão se abrir perspectivas de diálogo com o PSB, mas é Aécio quem vai definir o timing disso.

Nas últimas legislaturas, o DEM tem observado uma redução constante de sua bancada no Legislativo. Existe uma dificuldade de se formar novas lideranças, nesse escopo político? Qual é a expectativa para o próximo ano?
Você está se esquecendo de que Paulo Souto (DEM-BA) está a um passo de ser eleito governador da Bahia, o quarto maior estado do Brasil. Nós temos eleitos dois senadores reeleitos, pelo menos. Maria do Carmo (DEM-SE) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) e podemos ter um terceiro senador eleito que é o Davi Alcolumbre (DEM-AP). Vamos eleger mais de 27 deputados federais, que é o que temos hoje. As perspectivas estão muito boas. Isso tudo começou na última eleição de prefeitos, quando elegemos o prefeito de Aracaju (João Alves Filho) e o prefeito de Salvador (ACM Neto). Nós estamos em um processo de crescimento.

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 24 de agosto de 2014 Eleições | 07:00

‘Eleição não se ganha só com comoção’, diz Agripino

Compartilhe: Twitter

Em meio à repercussão que cerca a candidatura presidencial da ex-senadora Marina Silva, o coordenador da campanha tucana, José Agripino Maia (DEM-RN), minimiza o risco para o senador mineiro Aécio Neves. Agripino reconhece que Marina se beneficia do clima de comoção em torno da morte de Eduardo Campos, mas afirma que a ex-senadora ainda enfrentará dificuldade para unificar o PSB e mostrar a que veio.

“Eleição não se ganha só com comoção. Estão envolvidos inúmeros componentes. É preciso mostrar unidade, desenvolver um projeto coerente, elencar propostas e atrair bons quadros”, diz ele. Confira a conversa de Agripino com o Poder Online.

O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN) - (Foto: Divulgação)

O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN) – (Foto: Divulgação)

A ex-senadora Marina Silva passou por algumas dificuldades para consolidar sua candidatura, mas agora começa a campanha para valer. Muita gente enxerga o senador Aécio Neves como maior prejudicado. O que o senhor acha disso?
Eu não sei quem é que coloca isso para você, que diz esse tipo de coisa. Mas o Aécio tem total convicção de que ele reúne os melhores quadros, alianças, as melhores propostas e o melhor projeto. A Maina de fato entra na eleição se beneficiando dessa comoção toda. Agora, eleição não se ganha só com comoção. Estão envolvidos inúmeros componentes. É preciso mostrar unidade, desenvolver um projeto coerente, elencar propostas e atrair bons quadros.

Mas o senhor acha que essa comoção não pesa? 
Estamos absolutamente convencidos de que, no médio prazo, temos uma perspectiva real de vitória do PSDB na eleição presidencial deste ano. No médio prazo, muito do que está acontecendo agora vai se dissipar.

Mas há quem defenda que Marina tem muito mais condições de atrair aquela voz das ruas, o voto jovem e os indecisos. 
É claro que agora temos mais um competidor. E se há uma pessoa a mais na disputa, naturalmente, teremos que brigar mais pelos votos. Mas não temos dúvida de que somos a alternativa correta.

Autor: Tags:

quarta-feira, 2 de julho de 2014 Eleições | 17:00

‘Minha tarefa será gerar motivação’, diz Agripino sobre campanha de Aécio

Compartilhe: Twitter
O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

O coordenador-geral da campanha presidencial de Aécio Neves, Agripino Maia (DEM-RN). Foto: Agência Brasil

Escalado para a coordenação geral da campanha de Aécio Neves, o senador potiguar José Agripino teve na noite desta terça-feira a primeira reunião formal com o titular da chapa.

O encontro foi usado basicamente para que se estabeleçam prioridades e expectativas. Aos tucanos, Agripino se colocou na função de motivador oficial da campanha.

“Minha tarefa será gerar motivação”, resumiu Agripino.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 27 de maio de 2014 Eleições | 07:30

‘No DF é o Aécio quem puxará voto pra governador’, alfineta tucano

Compartilhe: Twitter
Senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Aécio Neves (PSDB-MG) - (Foto: Agência Senado)

Senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Aécio Neves (PSDB-MG) – (Foto: Agência Senado)

Com dificuldades de estabelecer alianças, a pré-candidatura de Luiz Pitiman (PSDB) ao governo do Distrito Federal tem demandado cada vez mais a presença de Aécio Neves, para tentar amarrar a chapa.

Nesta semana, o presidenciável deve se reunir com o presidente nacional do DEM, o senador Agripino Maia (RN), para buscar novamente uma aproximação com o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM), que resiste a fechar com o grupo. Fraga tem feito, inclusive, um corpo a corpo com a bancada nacional do partido para conseguir uma liberação no DF.

“Desse jeito, ao contrário do que se espera de um palanque regional, no Distrito Federal é o Aécio quem vai puxar voto pra governador”, alfineta o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), que perdeu para Pitiman a vaga na disputa ao GDF.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 22 de abril de 2014 Eleições | 08:00

‘Não existe negociação do DEM com o Arruda’, diz Agripino

Compartilhe: Twitter
O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN) - (Foto: Divulgação)

O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN) – (Foto: Divulgação)

O senador Agripino Maia (RN), presidente nacional do DEM, afirmou que não há qualquer possibilidade de negociação com o pré-candidato ao governo do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR-DF).

Leia também: PDT resiste a aliança com Rollemberg no Distrito Federal

No início do mês, Arruda convidou pessoalmente o presidente regional do DEM, Alberto Fraga, para se candidatar ao senado, pela chapa que reúne também a filha do ex-governador Joaquim Roriz, Liliane Roriz (PRTB-DF).

“O Fraga tem todo o apoio do partido para fazer negociações, conversas, mas a aliança no DF já está consolidada e será com PSDB, PPS e DEM. Não existe qualquer negociação com o Arruda”, defendeu Agripino. “Roriz e Arruda fazem parte de um grupo único”, completou.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 26 de março de 2014 Congresso | 09:00

Aécio planeja esticar o debate sobre o Bolsa Família no Senado

Compartilhe: Twitter
Senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Aécio Neves (PSDB-MG) - (Foto: Agência Senado)

Senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Aécio Neves (PSDB-MG) – (Foto: Agência Senado)

Tanto o governo como a oposição montaram uma força-tarefa no Senado, para a reunião da Comissão de Assuntos Sociais do Senado desta quarta-feira, em que deve ser votado o projeto de autoria do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que altera o Bolsa Família.

A proposta do tucano estipula um prazo de seis meses para as famílias que não se encaixam mais nos critérios do programa façam a transição.

Para Aécio, no entanto, a prioridade ainda não é aprovar o projeto.

Na última reunião, o tucano comentou com o colega senador Agripino Maia (DEM-RN) que o governo estava mordendo a isca e que, quanto mais o debate fosse esticado, melhor para as eleições.

 

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 Eleições | 18:36

Alckmin trabalha para atrair DEM para aliança em São Paulo

Compartilhe: Twitter

O governador Geraldo Alckmin participa de encontro do DEM em São Paulo (Foto: Paulo Liebert/AE)

Dias depois de o presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra, acertar com líderes do DEM a aliança em quatro capitais do Nordeste, o govenador Geraldo Alckmin se reuniu, ontem à noite, em São Paulo, com o presidente nacional dos democratas, Agripino Maia, e com os líderes do partido na Câmara e no Senado, ACM Neto e Demóstenes Torres, para negociar outras alianças pelo país.

O PSDB de Alckmin disputa, em São Paulo, com o PMDB do deputado Gabriel Chalita o apoio e o tempo de TV do DEM, que tem a quarta maior fatia da propaganda eleitoral.

Nesta manhã, o governador participou do encontro do DEM com os seus pré-candidatos, em um hotel na capital paulista. Em seu discurso de encerramento, Agripino agradeceu a “solidariedade” de Alckmin:

– Alckmin, agradeço sua solidariedade. Se você não nos faltou no momento mais delicado do partido, nós nunca lhe faltaremos.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 22 de novembro de 2011 Eleições | 14:48

Perillo com o DEM

Compartilhe: Twitter

Os senadores Demóstenes Torres, líder do DEM, e Agripino Maia, presidente do partido, almoçaram hoje com o governador tucano Marconi Perillo.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Brasil | 15:56

Qual é o melhor presente para Agripino Maia?

Compartilhe: Twitter

Agripino Maia

Hoje é aniversário do presidente do DEM, senador Agripino Maia. Ele comemora 66 anos.

Poder Online pergunta aos internautas: qual o melhor presente a ser enviado para Agripino?

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última